Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

24/06/2016

Livro - Instituição para Jovens Prodígios - A Seleção (Edição Kindle)

Aos pouquinhos vamos voltamos, alados meus, porque ainda temos muitos livros para mostrar a vocês! Hoje falarei sobre uma leitura que há um tempão comecei a experimentar no aplicativo do Kindle e não consegui ir em frente na época. Hoje em dia, já com o meu Kindle a todo vapor, retomei a história e contarei a vocês tudo que senti enquanto desfrutava o enredo. Estão curiosos para conhecer mais esta obra nacional? Não deixem de ler até o fim!

Instituição para Jovens Prodígios - A Seleção, L. L. Alves:

Na época em que comecei a leitura de "Instituição para Jovens Prodígios", há um tempo, me senti desestimulada a prosseguir justamente por causa do começo do enredo, no qual há uma certa demora para alguma coisa acontecer de fato. Um ano depois, agora já com o meu Kindle, retomei essa leitura para descobrir o que ela tem a oferecer. Demorei também um pouco para elaborar essa resenha porque, justamente por causa do que senti durante a leitura, estava com dificuldades de colocar os meus pensamentos em ordem para ser mais justa na hora de listar os pontos positivos e negativos, espero que vocês entendam o meu ponto de vista.
A história foca na vida de Lara Müller, uma garota que foi criada na periferia do Rio de Janeiro. Ela se esforça bastante para mudar sua realidade e conseguir um bom futuro e, apesar de enfrentar grandes dificuldades financeiras, resolve partir para a Inglaterra para aproveitar uma oportunidade acadêmica única. Só que o que ela não espera é que há muito muita coisa estranha rolando na Instituição para Jovens Prodígios, algo que vai além de matérias difíceis, professores estranhos e alunos pouco amigáveis.
Antes de tudo, preciso deixar claro que gostei muito da proposta do enredo, a ideia em si da Instituição e de tudo o que há oculto me instigaram de forma bastante positiva. Também acabei gostando de alguns dos personagens secundários, apesar de achar que eles mereciam um pouco mais de destaque na história como, por exemplo, talvez se a Lara começasse a interagir com a Irene desde o hotel teríamos trechos mais divertidos pelo caminho, o que deixaria essa parte da história mais leve.

Por outro lado, faltou um pouco de naturalidade no dia a dia da Instituição e, a partir do ponto que a Lara já está imersa nesse novo mundo, fiquei com a impressão de que a história foi ficando muito formal. Esperava um pouco mais de diversão, talvez até que a Lara começasse a se soltar um pouco mais. Porém, pode ser que essa característica tenha acontecido justo por esse volume ser mais "introdutório". Ou seja, a autora preferiu focar mais na descrição das pessoas e dos lugares para que nós os conhecêssemos para que no segundo livro começasse a ação de verdade.
Porém, eu já sabia desde o começo que esse livro em particular chegaria "quase lá" porque é mais voltado para o público adolescente, o que foge da minha área preferida na literatura (quem acompanha o blog sabe que eu sempre preferi o ramo infantojuvenil). Ou seja, não fique pensando que só porque a minha experiência de leitura teve seus altos e baixos que você não vá amar este livro. Dê uma chance, posso pelo menos garantir que você vai gostar das descobertas que fará ao terminá-lo!

Não percam as minhas próximas opiniões, trarei ótimas obras!

Para ler todas as minhas opiniões sobre os demais livros que já li, clique aqui.

Para conhecer os meus livros, clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Esse é um livro que não me desperta muito a curiosidade :/
    Quem sabe, ao sair o segundo eu me empolgue em uma resenha e leia os dois ^^



    Minha Fuga da Realidade

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados