Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

22/05/2015

Livro - A Canção das Estrelas (Edição Kindle)

Alados meus, nesta postagem falarei sobre um livro que não oferece apenas uma fantástica história, mas também desafia o leitor a desvendar um enigma. Hoje trago, portanto, mais uma obra da escritora Karen Soarele: o mais novo spin-off da saga "Crônicas de Myríade", que faz parte dos chamados "Pergaminhos Perdidos de Myríade", ou seja, histórias que se passaram antes da aventura principal que fazem parte das lendas deste mundo fantástico. Portanto, alados queridos, recomendo que vocês acompanhem a postagem até o final. Caso fiquem suficientemente curiosos, acessem o site da saga e adquiram também os seus exemplares desta obra maravilhosa:


A Canção das Estrelas, Karen Soarele:

Este livro é dividido em duas partes. Na primeira parte conhecemos dois jovens muito diferentes, mas que são unidos por uma característica essencial: ambos saíram de seus lares com o objetivo de realizar seus maiores sonhos.
De um lado temos Sebastian, um rapaz com poderes especiais que ambiciona desvendar o mistério contido no livro "A Canção das Estrelas", para que possa, por conseguinte, encontrar o lugar onde está escondida a Sétima Ordem. Durante o enredo ele acaba enfrentando dolorosos apuros, e descobre que a realização de seu sonho depende também de sua disposição a oferecer sacrifícios e discernir o caminho certo ao optar por escolhas difíceis.
Do outro lado está Neve, uma garota que é diferente de todos da sua tribo, não apenas fisicamente como também por ser a única capaz de se transformar em qualquer animal, e que deseja conhecer o mundo e os seres humanos.
Nesta narrativa encontramos valorosas lições sobre escolhas e sobre as consequências que precisamos enfrentar quando resolvemos mudar completamente nossas vidas. Gostei mais desses personagens, todos eles tem personalidades bastante interessantes. A escrita continua deliciosa, não é difícil ficar curiosa suficiente para querer ler até o fim.
Um dos principais atrativos para os fãs da saga (e também para aqueles que, assim como eu, estão progredindo na leitura das Crônicas de Myríade) é que alguns dos acontecimentos tem forte ligação com o livro "Línguas de Fogo", o primeiro da saga em si. Creio que ele tire bastante dúvidas e acrescente um quê a mais de emoção (ainda estou no começo do primeiro livro, então não me arrisco a especificar exatamente o que ele elucida). Desde agora já noto que foi uma estratégia bastante legal da autora, uma forma de deixar todos ainda mais satisfeitos com esse mundo mágico.
Depois do epílogo da primeira parte, encontramos alguns contos provenientes do próprio livro "A Canção das Estrelas", o mesmo que o Sebastian estava decodificando. Dentre histórias curtas muito interessantes, temos também a oportunidade de se aventurar na descoberta do enigma da Canção das Estrelas. Esse é um diferencial que chamou muito a minha atenção e, obviamente, senti-me também desafiada a usar meus poderes de "Time Lady" para ficar por dentro da solução do mistério.
A partir de agora vou falar sobre a minha tentativa de investigação pessoal. Como traz spoilers (principalmente para quem também quer desvendar o mistério), vou colocar essa parte da postagem com fonte na cor branca, para que ela fique invisível com o fundo do blog. Quem realmente quiser ler sobre o que eu já descobri, basta selecionar o espaço que vou indicar abaixo.

[Selecione daqui...]
Para começar minha investigação, percebi que cada conto tinha uma frase grifada em itálico. Anotei todas elas em um papel, e a primeira coisa que descobri é que é possível separá-las em pares que rimam, o que pode indicar que a mensagem final deve estar estruturada em formato de poema. Veja só os pares que formei:
Caddock está morto, ouço em uma só voz
É chegado o momento do último algoz

O homem justo confia em um único deus
O calejado vê: são iguais os brilhos seus

E as facetas, as quais provém e evidenciam
Cinco estrelas o céu de Myríade alumiam

Vida longa a Griffith, jovem rei de Vulcannus
Reunidos na Sétima Ordem aguardamos

Comprovando, infeliz, o fugaz firmamento
Falta tu a ofertar teu destrutivo alento

Dos seres viventes, oração genuína
Contemplando, sombrias, a  alvorada e a ruína

Ó vil sexta estrela, onde brilhas agora?
Em teu leito final a vida descora.
A partir daí, cortei em tiras todas as frases e tentei juntar os pares que tinham certa semelhança de sentido, para ver se conseguia montar um poema. Não consegui chegar a um resultado satisfatório (até porque a Tauriel, minha gata, pulou nos papeizinhos e misturou tudo... hehe), mas saiu algo mais ou menos assim:
Caddock está morto, ouço em uma só voz:
Vida longa a Griffith, jovem rei de Vulcannus!
É chegado o momento do último algoz
Reunidos na Sétima Ordem aguardamos

Cinco estrelas o céu de Myríade alumiam
Contemplando, sombrias, a  alvorada e a ruína
O homem justo confia em um único deus
O calejado vê: são iguais os brilhos seus
E as facetas, as quais provém e evidenciam
Dos seres viventes, oração genuína.
 
Ó vil sexta estrela, onde brilhas agora?
Comprovando, infeliz, o fugaz firmamento
Em teu leito final a vida descora
Falta tu a ofertar teu destrutivo alento. 
Ficou poético, bonitinho, mas não me ajudou muito, então muita coisa ainda deve estar fora do lugar (se não tudo). A única coisa que me deu uma pista do que tenha a ver com o lugar onde está a Sétima Ordem é a frase: "Em teu leito final a vida descora", que pode ter a ver com o terreno infértil que o Sebastian chega no final. Vou partir desse ponto e tentar mexer em algumas frases depois, se acabar decifrando o enigma, vou ficar tão feliz que vou até fazer até uma postagem especial sobre isso...
Se eu estiver falando um monte de besteiras, ó Karen, por favor, me avise para que eu mude de estratégia. Agora, se descobri alguma coisa útil, não precisa avisar não, vai ser bem mais divertido se eu conseguir descobrir sozinha... hehehe...
[... até aqui!]

É o que tem para hoje, alados... hehe! Pelo menos me diverti no processo, que é o que importa. Talvez precise, no futuro, reler o livro para ver se encontro outra pista, ou algo parecido. Enquanto isso, recomendo que você também mergulhe nessas páginas para tentar ligar as peças desse misterioso quebra-cabeças!

Não percam as minhas próximas opiniões, trarei ótimas obras!

Para ler todas as minhas opiniões sobre os demais livros que já li, clique aqui.

Para conhecer os meus livros, clique aqui.

Beijinhos Alados,
0 Comentários
Comentários

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados