Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

13/04/2015

Entrevista DSA com André S. Silva!

Alados meus, vocês se lembram do livro "Simuum - O Rapto do Sol" que apareceu aqui no DSA há uns dias? Pois é, hoje é o dia em que conheceremos um pouco mais sobre o autor que o escreveu. Vocês estão curiosos para conhecer um pouco sobre a mente por trás da obra? Faça uma coisa boa para a literatura nacional: conheça um pouco mais sobre o entrevistado de hoje e contribua, seja com uma divulgação ou mesmo adquirindo o seu livro. Eu recomendo, é muito bom!
E antes de começar, como já é de costume nos posts sobre literatura, deixo aqui também o link da página onde você encontrará tudo sobre os meus livros. Se você puder me ajudar, nem que seja com uma divulgação básica, já ficaria imensamente feliz:


Vamos, então, ler as respostas que o escritor me deu? Não deixe de conferir tudo e visitar os links no fim da postagem, para conhecer mais sobre o seu trabalho!

Entrevista DSA com André S. Silva:

Perguntas:


DSA: Antes de tudo, queria parabenizá-lo por suas obras! Conte-nos um pouco sobre seu trabalho como escritor.
André: Obrigado! Comecei a escrever ainda adolescente, publicando fanfics de Arquivo X quando a série tava no auge. De lá pra cá nunca parei.
Por alguns anos nutri a ideia de trabalhar com cinema, então passei um tempo me dedicando mais à escrita de roteiros, cheguei até a fazer um pouco de script doctoring pra uma produtora. Até que percebi que por mais que o cinema seja uma área fascinante é também muito limitador pra alguém viciado em escrever, por ser uma forma de arte essencialmente coletiva (e cara).
Acabei me voltando outra vez pra literatura tradicional, mas deixando de lado as fanfics e me empenhando em produzir material próprio, SIMUUM, sendo o primeiro deles. A partir daí participei de alguns concursos literários online, até que conheci o trabalho da Editora Draco e tive a honra de ter contos selecionados para publicação impressa em algumas antologias deles, como Dragões e Excalibur - Histórias de Reis, Magos e Távolas Redondas.
Atualmente estou escrevendo O Sítio, uma releitura no gênero do terror para o clássico Sítio do Picapau Amarelo, publicada em episódios semanais no Wattpad. Lá pro meio do ano pretendo começar a trabalhar no meu próximo romance.

Comentário pessoal: olha, se algum dia você lançar "O Sítio" em e-book, pode me mandar que eu fiquei curiosa! ~ lê eu, pidona... hehehe.

DSA: Agora conte-nos o que levou você a querer ser escritor. Foi um sonho de infância ou algo mais recente?
André: Desde que me entendo por gente eu gosto de montar histórias, criar personagens, tramas, etc. Acho que tudo começou com a minha coleção de bonequinhos dos Comandos em Ação, Os Caça-Fantasmas e outros hits dos anos 90 (rs). Adorava misturar as figuras e inventar novos enredos a partir delas.

DSA: Agora uma pergunta mais descontraída: tem alguma situação inusitada ou curiosa que você já passou que gostaria de nos contar?
André: Na última bienal que teve aqui no Rio, em 2013, eu acidentalmente invadi a sessão de autógrafos de uma famosa autora brasileira. Foi sem querer mesmo! Entrei por acaso no estande e, sem perceber, quase atropelei a mesa em que ela estava sentada. Ainda bem que me toquei a tempo, senão a legião de adolescentes que estava na fila ia acabar comigo!

Comentário pessoal: imagino o constrangimento... hehehe. Mas já que tudo acabou bem, não faz mal!

DSA: Eu já declarei aqui no meu blog que sou maníaca por histórias, sejam elas quais forem. Conte para nós: de quais livros, séries e filmes você mais gosta? Se de repente você virasse um personagem fictício, em qual desses "mundos" gostaria de estar?
André: Olha, são tantos, mas taaaantos (rs). Sou que nem você, viciadaço em boas histórias. De cara, "Game of Thrones", ou melhor, "As Crônicas de Gelo e Fogo". Digo isso porque apesar de ser fissurado na série, ela não entraria no meu TOP 3, digamos assim, que no caso seriam "The Wire", "The Shield" e "The West Wing".
Mas se tratando de literatura, pra mim não tem igual! Li a trilogia "Senhor dos Anéis", além de "O Hobbit" e "O Silmarillion", mas na minha opinião as Crônicas são o melhor universo de fantasia já criado. Outros autores dos quais também sou fã são J.K. Rowling, Mark Z. Danielewski, H.P. Lovecraft, George Orwell, Virginia Woolf e James Joyce.

DSA: Conte-me uma coisa sobre você que você nunca contou no mundo virtual (pode ser qualquer coisa, mesmo que boba).
André: Quando olho pro céu e tem aquelas nuvens rechonchudas passando devagarinho, imagino que elas são naves espaciais. Acho que presenciar uma invasão alienígena seria mais emocionante que um apocalipse zumbi ;-P

Comentário pessoal: ah, concordo. No meu caso, tenho um alienígena particular em mente, mas abafa o caso... hehe.

DSA: Se você tivesse uma máquina do tempo, voltaria no passado, conheceria o futuro, ou a ignoraria e ficaria no presente mesmo? Por quê?
André: Pergunta difícil! Se desse pra escolher entre viajar à vontade pro passado OU pro futuro acho que acabaria escolhendo o futuro. Apesar de ser fascinado por História, especialmente a antiga, bem, a gente meio que já sabe o que aconteceu né (rs) Acho que ficaria curioso em saber o que nos espera daqui a mil, dois mil, dez mil anos.

DSA: Qual (ou quais) dos personagens que você já criou é o seu favorito? Por quê? 
André: Pergunta mais difícil ainda! Tem gente que diz que quando sonhamos, todas as pessoas que aparecem no sonho são projeções de nós mesmos. Acho que com nós escritores rola um pouco disso também, não acha? Quando escrevemos, colocamos um pouco da gente em cada um dos personagens, assim fica difícil dizer qual parte de nós é nossa predileta.
Mas... se tenho mesmo que escolher um, fico com o Huang Jie, protagonista de um conto que será publicado ainda esse ano na coletânea "Samurais X Ninjas" da Editora Draco. É a primeira vez que o personagem principal de um conto meu é um vilão, e foi um aspecto com o qual gostei muito de trabalhar.

Comentário pessoal: pois é, às vezes colocamos um pouco de nós nos personagens, mas também tem uns que nos surpreendem e acabam tomando rumos que nós nem imaginávamos. Curiosidade me define com o personagem que você escolheu, gosto de vilões, às vezes mais do que heróis...

DSA: Se pudesse mudar algo na realidade brasileira, o que seria?
André: Tornaria o povo mais educado, em todos os sentidos.

Comentário pessoal: resposta objetiva, mas corretíssima!

DSA: Você tem alguma meta para o ano de 2015? Ou prefere que as coisas aconteçam naturalmente?
André: Finalizar minha booksérie "O Sítio" e tentar escrever um novo romance até o final do ano. Faz quase cinco anos que terminei o primeiro rascunho de SIMUUM, espero não ter enferrujado!

Comentário pessoal: oba! Que 2015 seja repleto de páginas escritas! Desejo sinceramente muito sucesso com ambas obras!

DSA: Se você pudesse dar um presente para a humanidade, qual seria ele?
André: Um espelho.

Comentário pessoal: eita! Eu sei que sua resposta deve ter sido filosófica, mas não consigo parar de pensar que também poderia ser um espelho com um exército de crocodilos dentro, como eu li no livro "Martha In The Mirror" (e que foi um presente também).

E o Kiko?

Essa parte da entrevista consiste no seguinte: eu enumero algumas palavras e o entrevistado marca uma opção de acordo com o grau de importância que isso tem na sua vida.

1 - Internet:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

2 - Lutar pela preservação do meio ambiente:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

3 - Política:

(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

4 - Esportes:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(X) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

5 - Redes Sociais:
(X) Não vivo sem - Twitter
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(X) Não me importo - outras
(  ) Desprezo totalmente.

6 - Celular/Telefone:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

7 - Televisão:
(X) Não vivo sem.
( ) Me importo.
( ) Sou indiferente.
( ) Não me importo.
( ) Desprezo totalmente.

8 - Notícias da atualidade:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

9 - Religião/Deus:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(X) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

10 - Livros:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

Ping-Pong:

Agora vamos à um ping-pong, responda com uma palavra (ou uma frase):

Escrever é - vício.
Queria muito... - ter mais tempo para escrever.
Sucesso - cada vitória, pequena ou grande.
Uma mania - beber café.
Sou fã de - boas narrativas, seja em que formato for.
Um medo - uma página em branco.
Um sonho - ver a boa literatura fantástica nacional conquistando o mesmo espaço da estrangeira.
Essa entrevista para mim foi - muito divertida!
SIMUUM é - o melhor livro de todos os tempos! Tá, nem é, mas espero que seja uma jornada emocionante e eletrizante para os leitores :-D
O André é - extrememente lento para responder entrevistas (acabou de descobrir).

Muito obrigada, André, pela entrevista incrível! Se você leu até aqui, é porque se interessou de alguma forma pelo trabalho do entrevistado, então procure visitar os links abaixo, para que você possa conhecer e adquirir as suas obras:

Espero que tenham gostado da entrevista de hoje, ainda não sei quando publicarei outras, mas podem aguardar algo bem especial!

Para conferir todas as entrevistas, clique aqui.

Não deixem de regressar ao DSA amanhã e sempre!

Beijinhos Alados,
0 Comentários
Comentários

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados