Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

13/02/2015

Livro - Eragon

Alados, acabei de voltar de uma aventura nas terras da Alagaësia... hehe... Na verdade, terminei há pouco tempo a leitura de "Eragon", um ótimo romance épico do escritor Christopher Paolini. Além de outras coisas que falarei daqui a pouco, esta trama trás uma das criaturas que mais me fascinam: dragões! Se você gosta de fantasia, tenho certeza que se encantará!
E antes de começar, como já é de costume nos posts sobre literatura, deixo aqui também o link da página onde você encontrará tudo sobre os meus livros. Se você puder me ajudar, nem que seja com uma divulgação básica, já ficaria imensamente feliz:


Eragon, Christopher Paolini:

Comecei esta leitura sem spoiler prévio (sim, muitas vezes já tenho ideia do que vou encontrar em uma trama, mas isso nunca estraga a minha leitura), só sabia que teria dragões. Contudo, acabei me surpreendendo com o papel dos dragões em "Eragon": eles não são animais sanguinários irracionais, ou bichinhos de estimação superdensenvolvidos; a relação entre um Cavaleiro e seu dragão é permeada de uma fidelidade ímpar. Gostei muito desta visão, é justamente o que eu pensava que um dragão poderia ser em uma trama fantástica. A Saphira é cheia de personalidade, tem seu lado fofo, protetor; mas também sabe ser sanguinária quando é preciso. Nós acompanhamos a vida do pacato Eragon, e vemos como a vida dele muda ao se deparar com o que a princípio ele pensa ser uma pedra preciosa, mas depois descobre que era o ovo da sua nova e poderosa companheira.
As primeiras interações do Eragon com a Saphira são simplesmente encantadores, e ao longo do livro vemos a relação se desenvolver e fortalecer. Preciso dizer que me apaixonei pela Saphira, e o Eragon desperta a minha afeição apenas por não ser exatamente o tipo de "herói burro".

* Um trecho imensamente fofo *
"Eragon disse a Saphira: Agora, você devia pousar em algum lugar e se esconder. Nós vamos entrar.
    Metendo o nariz onde não deve. De novo, disse ela de mau humor.
    Eu sei. Mas Brom e eu temos alguns trunfos que a maioria das pessoas não tem. Nós ficaremos bem.
    Se acontecer alguma coisa, vou prendê-lo nas minhas costas e nunca mais vou soltá-lo.
    Eu também amo você.
    Então vou prendê-lo ainda mais forte".
Também me surpreendi com a exatidão das coisas que acontecem. Por exemplo: em certo trecho o Eragon monta na Saphira sem nenhuma proteção, pois ela está fora do controle, e ele acaba experimentando a péssima experiência de um voo desbaratado. O que acontece com ele? Fica todo lascado nas pernas, ué! Faz todo o sentido: se o dragão tem escamas poderosas, é claro que você vai se machucar todo se não tiver nada para se proteger.
O ritmo com o qual o autor vai nos apresentando os personagens e explica todas as peculiaridades de Alagaësia é bastante agradável, não sobrecarrega o leitor e você não se perde nem nos nomes mais estranhos. No final das páginas da edição que eu li, tem um guia de pronúncia e um pequeno dicionário com as palavras das línguas fictícias que aparecem ao longo da história, isso ajudou bastante. Também acho que (no caso desse livro em particular) o fato de ter um mapa no começo também nos ajuda a montar mentalmente a jornada de Eragon.
Dentre os meus personagens favoritos (além da Saphira, que já mencionei), estão o Brom, o Orik, a Ângela quase entrou na lista (queria ter lido mais sobre ela para decidir) e o Murtagh não foi admitido porque ainda o acho muito suspeito. Por enquanto, nesta saga ninguém me irritou.
Acho que os ensinamentos que mais se destacaram foram o poder que as escolhas tem e a importância de fazer o que é certo, o que é melhor para todos e não só para um indivíduo. Vou ficar com muita saudade da Alagaësia, tinha entrado tão profundamente nesse mundo que não queria sair tão cedo. Enfim, recomendo a leitura para todos os amantes de uma boa fantasia sem muita melosidade.

Não percam as minhas próximas opiniões, trarei ótimas obras!

Para ler todas as minhas opiniões sobre os demais livros que já li, clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Oi Sheila!
    Você foi indicada pra responder uma tag lá no blog. Pode fazê-la por escrito aqui no DSA.
    http://literaturaeeu.blogspot.com.br/2015/02/video-tag-know-your-blogger.html#more

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados