Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

14/11/2014

Livro - Cidade de Vidro

Alados, depois de pensar um pouco, resolvi fazer minhas opiniões de livros lidos sem colocar um trecho do livro. Acho que ninguém deve lê-los, então era um trabalho que estava fazendo para nada. Vou colocar apenas a minha opinião e pronto, já basta. Hoje falarei sobre o terceiro livro da saga "Os Instrumentos Mortais", de Cassandra Clare, que acabei de ler.
E antes de começar, como já é de costume nos posts sobre literatura, deixo aqui também o link da página onde você encontrará tudo sobre os meus livros. Se você puder me ajudar, nem que seja com uma divulgação básica, já ficaria imensamente feliz:


Cidade de Vidro, Cassandra Clare:

 

Minha opinião pessoal:

Finalmente a autora resolveu solucionar vários problemas que haviam deixado o volume anterior um pouco mais entediante. Para começar, finalmente conhecemos Idris, e as coisas vão ficando mais interessantes e também mais compreensíveis. A história é completamente marcada por mudanças, podemos ver que praticamente todos os personagens importantes amadurecem, se "encaixam".
O grande vilão dessa parte não é apenas o Caçador de Sombras Valentim, mas principalmente o conceito antiquado da Clave de não tolerar relações pacíficas com integrantes do Submundo.
Alicante é uma cidade peculiar e deslumbrante, embora eu não tenha tido a sensação de conhecê-la completamente. Quero dizer, a autora falou tudo sobre os lugares principais, contou bastante da história do lugar, mas eu não consegui "sentir que estava lá". Foi meio que um passeio apenas para passar o fim de semana, sem se apegar demais ao lugar.
O romance em si está ficando mais pronunciado, mas eu fiquei feliz ao perceber que não chega a se tornar meloso demais. Nunca chegou a me incomodar por completo, embora a atitude do Jace já estivesse irritante demais.
Dos personagens novos, não me apeguei a ninguém em particular, continuo apenas com os mesmos queridinhos do primeiro livro. Quanto às despedidas, ainda não sofri com ninguém, felizmente.
Como disse lá no começo, também começamos a compreender melhor o enredo. A história de vida da Jocelyn e do Valentim passa a fazer real sentido (antes disso, tinha um monte de coisas que eu achava que não se encaixavam bem). É explicado praticamente tudo mesmo.
O clímax da história foi realmente bem pensado, dá uma boa adrenalina, ficou com cara mesmo de batalha, coisa que nem sempre se encontra por aí. Me deixou curiosa de verdade, ansiosa para saber  que o destino reservava a cada um dos personagens.
Agora vou precisar deixar a saga de lado por um tempo já que não tenho os próximos volumes aqui em casa, mas acho que parei em um bom momento, numa hora de transição mesmo. Espero que não demore muito para que eu possa saber o que mais essa aventura me reserva!

Não percam as minhas próximas opiniões, trarei ótimas obras!

Para ler todas as minhas opiniões sobre os demais livros que já li, clique aqui.

Beijinhos Alados,
0 Comentários
Comentários

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados