Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

04/08/2014

Livro - Demônios não Choram (Edição Kindle)

Depois de um século, alados, finalmente consegui ler mais uma obra nacional no aplicativo do Kindle! Esse mês que passou foi tão corrido que tive que ir lendo 1% por dia... aff...
A trama de hoje traz grandes emoções, a incrível jornada de um caçador num planeta Terra devastado por guerras nucleares, onde pululam toda sorte dos mais malígnos demônios. Estou falando, é claro, de nada mais, nada menos do que o livro "Demônios não Choram", de Samuel Cardeal.
Enfim, hoje compartilharei minha opinião sobre o livro que acabei de ler. E antes de começar, como já é de costume nos posts sobre literatura, deixo aqui também os links do meu próprio livro. Se você puder me ajudar, nem que seja com uma divulgação básica, já ficaria imensamente feliz:


Demônios não Choram, Samuel Cardeal:

Sei que algumas pessoas vão discordar, mas eu gostei da capa. Vocês sabem que eu sempre prefiro as mais simples, acho melhor do que as imensamente detalhadas. Quanto a diagramação do e-book, está ótima para o Kindle para PC, não tenho nada a reclamar. A revisão deixou passar alguns detalhes, mas eu só os notei porque sou muito chata... hehehe. Enfim, os aspectos físicos da obra digital são bons, vocês podem confiar, alados meus. Mas sei que vocês não vieram aqui para ler o que eu tenho dizer sobre detalhes técnicos, claro! Vamos logo à minha opinião...

Trecho do livro:

    "De volta à cidade fantasma, Ezequiel seguiu caminhando ligeiro, até ficar de frente a um portão de garagem, o alumínio, completamente tomado pela ferrugem, estava preso ao chão com um enorme cadeado prateado. Ele apanhou uma faca presa à sua canela por uma bainha de couro, ao pressionar o cabo da arma surgiu na base inferior uma chave, com a qual ele rapidamente abriu o cadeado, fazendo subir o enferrujado portão de alumínio e revelando uma motocicleta. A moto de Ezequiel não era um veículo comum, a superfície era totalmente negra e, apesar do local extremamente sujo e fétido onde ela se encontrava, a lataria estava impecável e brilhante. Com a silhueta curvilínea, o veículo lembrava uma pantera negra atacando sua presa.
    Apesar de sua expressão séria, desprovida de qualquer traço de ternura, a maneira com a qual Ezequiel subia na moto denotava uma relação de proximidade entre ele e aquele conglomerado de peças metálicas. A inclinação, quase totalmente horizontal, de seu corpo sobre a motocicleta sugeria um abraço entre o homem e sua reluzente companheira de aço".

Minha opinião pessoal:

A primeira coisa que conclui ao começar a ler "Demônios não Choram" é que eu não sobreviveria se estivesse no universo desse livro. Tenho certeza de que você pensará: "Ah, deve ser porque teria nojo de se alimentar de ratos, não é?" Claro que não, alados meus! Já falei um milhão de vezes que amo ratos, tenho sete ratazanas que estão ficando cada vez mais lindas. Eu acabaria é cultivando criações da minha própria comida... se bem que isso também poderia virar uma espécie de negócio, sei lá... hehehe. Mas essa forma de se alimentar até que é compreensível no contexto.
Mas deixando a palhaçada de lado, eu ainda não tinha lido nenhuma trama que se assemelhasse a essa. Claro que em filmes e séries já vi histórias que chegam bem perto, mas em questão de livros não tive nenhum parâmetro de comparação; o que pode ser muito bom, já que acaba deixando minha mente livre de qualquer pré-julgamento.
Em questão de personagens, não encontrei muitos que se encaixam nas minhas personalidades favoritas, porém, adquiri certo carinho pelo Alfredo, pelo Salomão e pelo Abel. O Ezequiel é até interessante, tem toda uma força e persistência que é legal para um protagonista, além de não ser o tipo de herói "100% bonzinho", mas não conseguiu chegar ao meu coração.
Como eu já disse, tive uma leitura bastante fragmentada, o que me fez lamentar por não poder pausá-la no fim dos capítulos, já que eles são um pouquinho longos. Esse não é exatamente um ponto negativo do livro, foi mais uma dificuldade pessoal que tive que enfrentar.
Sem dúvida o livro é repleto de cenas de uma ação extasiante, o decorrer de cada luta foi muito bem "amarrado" pelo autor, não deixando a impressão de que os mocinhos se livraram dos oponentes com muita facilidade. A história foca bastante na luta pela sobrevivência, no valor da amizade e da lealdade; e em como famílias podem surgir das formas mais estranhas possíveis. Claro que por não ter o elemento "romântico" em evidência, também acabou conquistando uns pontos a mais no meu gosto pessoal... hehehe. Também gostei muito do fato que a maldade dos antagonistas não tenha surgido "do nada". Gosto de vilões que não são maus simplesmente porque o autor resolveu que eles tinham que ser, se é que vocês me entendem.
Vemos nela caçadores de demônios que fazem de tudo para livrar os poucos sobreviventes de um destino terrível que aparenta ser inevitável. Não posso adiantar muita coisa, para não gerar contendas por causa de spoilers, mas posso garantir que você se surpreeenderá com o desfecho. Eu nem imaginava que isso aconteceria... sinistro!
Bom, resumindo: realmente é um livro original, só não é recomendado para quem não gosta de cenários mais "pós-apocalipticos" (coloco entre aspas porque não acontece exatamente depois de um apocalise, é mais para vocês entenderem o grau de degradação em que a Terra está). Gostei muito, de coração, só não dei cinco estrelas no Skoob porque, como escritora, eu teria eliminado vários trechos... repetindo: isso é só porque eu sou muito chata, não levem a sério! Hehe.

Não percam as minhas próximas opiniões, trarei livros ótimos!

Para ler todas as minhas opiniões sobre os demais livros que já li, clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Muuuuuito obrigado pela resenha, ficou linda. Você ganhou um cantinho no meu coração. Significa muito, principalmente vindo de uma escritora talentosa como você.

    Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados