Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

25/07/2014

Coisas de Escritora - Feliz dia do Escritor!

Alados, a primeira coisa que as pessoas pensam quando ouvem a palavra "escritor" é sempre algo muito antigo. Penas, máquinas de escrever, idosos escrevendo em páginas amareladas; como se os livros (todos eles) tivessem nascido juntos séculos atrás. Eu até tenho aqui em casa uma máquina de escrever, tentei usá-la quando era criança, mas se tem uma coisa que dou graças a Deus todo dia é que nasci na era dos computadores (embora que só quando era adolescente fui ter um computador decente em casa e só agora, já adulta, ganhei um notebook só meu), duvido que conseguiria embarcar nessa aventura de construir mundos com palavras se fosse de forma manual (ou quase isso).
Enfim, as pessoas costumam encarar o escritor como alguém já morto, ou decrépito, ou distante demais; assim como veem a leitura como a versão antiquada de algo que deveria ser substituído, assim como as músicas em Mp3 humilharam os CD's, como os celulares tomaram o lugar dos orelhões (e até dos telefones fixos, às vezes), etc e etc. Digo isso não daquela amada parcela de pessoas lindas que também acham que o livro é sempre melhor do que o filme e que o livro físico jamais será substituído pelos e-books; mas sim daquela horda de chatos que pensa que tudo o que não tem uma tela brilhante e sensível ao toque não merece ser considerado, gente que troca o velho pelo novo simplesmente porque todo mundo tem o novo.
Por isso, resolvi hoje falar hoje sobre o que é ser um escritor. Confesso que ontem não estava no melhor dia para escrever uma postagem legal para programar para hoje, então já fiquem sabendo que essa não será a melhor reflexão de todas... mas vou me esforçar para falar ao menos o básico.
Primeiro ponto: ser escritor é trabalhar duro. É ter que lidar com as piores emoções e ter uma coisa terrível chamada "rejeição" fungando no seu cangote. Poucos sabem que essa é a característica predominante, mais até do que o caráter sonhador de quem se arrisca a dominar a arte da escrita. Sim, porque todo escritor é um sonhador, seja por crer que conseguirão atingir o objetivo de ter vários leitores, ou por estar a todo instante imerso em uma realidade que se compacta em sua própria cabeça.
Ser escritor é saber convencer as pessoas. Não mentir, nem enganar, CONVENCER mesmo. Por mais que nos esforcemos para falar apenas sobre aquelas coisas que já experimentamos, sempre chega o momento que procuramos incrementar a história com algo diferente. E é então que surgem as pesquisas esquisitas, as perguntas estranhas para especialistas, essas coisas...
Ser escritor também é ser mais esperto do que a maioria das pessoas. Saber pegar coisas para sua história da forma certa, perceber furos e pontas soltas com maestria e, principalmente, saber a hora certa de mostrar sua obra ao público. Sim, essa também é uma arte importante, pois é preciso ter certeza de que a obra não é apenas boa, como também cativante; sem perder a autenticidade.
Ser escritor também é ter um pé na loucura e um dedo na imortalidade. Quanto a loucura, acho que vocês já sabem bem ao que me refiro... hehehe. E a imortalidade tem a ver com o fato de que essa arte eterniza momentos e pessoas. Com sorte, um escritor pode ser lembrado por gerações e gerações, assim como todos os seus "filhos fictícios", que são, no fim das contas, pequenos pedaços dele mesmo.
Eu poderia ficar aqui listando um milhão de minúcias, mas não vou pois sei que a paciência de ler também tem limites.  Termino, portanto, dizendo que o escritor é aquela pessoa mais interessante que você conhecerá na vida; não é tão difícil assim encontrar um por aí. Deem uma chance a todos eles, conheça-os através de suas obras, reconheçam seus trabalhos do jeito certo... um deles pode acabar se tornando a pessoa que conseguiu mudar sua vida!

Feliz Dia do Escritor para todos nós!

Espero que tenham gostado da reflexão de hoje! Não posso deixar, é claro, de terminar o post convidando a todos a conhecer o meu livro "Doce Sonho Alado", os links dele são os seguintes:


Estou contando com o apoio de todo mundo. Mesmo que você não esteja em condições de comprá-lo, uma divulgação já é muito bem-vinda!

Para ler mais "Coisas de Escritora", clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados