Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

01/04/2014

Coisas de escritora - Escolher números para as histórias

Alados, deve haver no mundo vários escritores que gostam de números da mesma forma que gostam de letras, mas esse não é nem de longe o meu caso... hehehe. Entretanto, o papo de hoje não é exatamente sobre quem gosta ou quem deixa de gostar de matemática, mas sim sobre a hora em que precisamos escolher números para as coisas que fazem parte de nossas tramas. Vocês já sabem que as datas eu escolho de acordo com dias de santos ou datas importantes para mim, mas hoje vou contar sobre os números mais básicos.
Por exemplo, eu escolhi o número 31 para o quarto da Evangeline primeiro por causa de uma conta louca que eu fiz, e depois simplesmente porque é o último número que um dia do mês pode ter. A sala da turma três é a 6 por ironia do destino... hehehe. Na verdade, era a sala 3, mas ficou muito esquisita a repetição de números, sem contar que me lembrei que era preciso ter as salas das turmas do primeiro segmento.
Vocês vão me ver escolhendo constantemente o número 10 por causa do meu amor por números redondos. O 20 às vezes é escolhido por causa do dia do meu aniversário. O 4 me lembra a Beyoncé, então acabo usando bastante... hehehe... O seis e o oito não aparecem com muita frequência apenas porque acabo me esquecendo deles. Não tenho nada contra. Agora, a verdade é que eu não gosto  do número 9, apenas porque ele é quase 10, mas não quer se esforçar mais um pouquinho para ser um número melhor... OK, agora eu exagerei... hehe.
Só estou falando isso para ilustrar que os escritores precisam fazer essas escolhas o tempo todo. Certamente existem alguns supersticiosos que usam numerologia, mas a verdade mesmo é que a maioria dos números é escolhido ou por causa de contas doidas, ou por afeição pessoal, ou  simplesmente de forma aleatória. Talvez nem todos saibam, mas os escritores acabam tendo que lidar também com distâncias, comprimentos, áreas... eu mesma já errei um monte de vezes quando fui tentar definir a área de um lugar imaginário... é difícil esticar o "metro de pensamento" do jeito certo, pode crer...
Enfim, é só isso que tenho a dizer por hoje. O papo foi curto, mas espero que todos tenham gostado! Semana que vem trarei mais "Coisas de Escritora"!

Não posso deixar, é claro, de terminar o post convidando a todos a conhecer o meu livro "Doce Sonho Alado", o link dele é o seguinte:


Estou contando com o apoio de todos. Mesmo que você não esteja em condições de comprá-lo, uma divulgação já é muito bem-vinda!

Para ler mais "Coisas de Escritora", clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Pensei que fosse louca por gostar do 20 e 10 e odiar o 19 e o 9...
    Tenho que anotar o aniversário dos meus personagens, por que levei um mês para me acostumar com os sobrenomes, que dirá datas!
    Mileh M (preguicinha de fazer Login)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados