Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

08/04/2014

Entrevista DSA com Paloma Viricio

Alados, hoje teremos duas postagens incríveis: começaremos o dia com esta entrevista exclusiva com mais um novo talento da literatura brasileira e, mais tarde, teremos algumas notícias importantes!
Antes de começar, porém (como faço na maioria das postagens literárias), preciso pedir para que todos os que lerem esta entrevista deem uma chance também para o meu "Doce Sonho Alado". Conto com a ajuda de todos, pois preciso de todo o apoio e divulgação. O link do livro DSA é o seguinte:


Agora vamos conhecer um pouco mais sobre a escritora Paloma Viricio. Não deixe de visitar os links no fim da postagem, para conhecer mais sobre o seu trabalho!


Entrevista DSA com Paloma Viricio:

Perguntas:

DSA: Antes de tudo, queria parabenizá-la por sua obra! Conte, resumidamente, como foi para você o processo de escrever "Poesias que Sangram".
Paloma: Obrigada. Eu que agradeço o interesse e oportunidade de mostrar meu trabalho para os leitores do DSA, fico muito honrada em responder esta entrevista. "Poesias que Sangram" foi finalizado aproximadamente em 4 meses, ele é um livro grande em comparação com outros livros de poesias, porque totaliza 204 páginas. Ai você me pergunta: "Para que tantas páginas?" (Risos). É que esse livro é uma espécie de presente pessoal, porque possui uma gama de sentimentos, ideologias e experiências minhas descritas de forma poética. Nele, reuni obras que escrevo desde os 13 anos (em 2004 reescrevi elas para o livro) e tantas outras que confeccionei de lá para cá. O livro é dividido em três partes: Elas sagram, Cicatrizam e Regeneram. A primeira é uma parte mais gótica... bem "Álvares de Azevedo", a segunda parte é composta por poesias mais leves e a terceira por obras mais para cima. Resolvi dividir assim para não ficar muito down.

Comentário pessoal: verdade, percebo mesmo que livros de poesia só chegam, no máximo, a umas 100 páginas, por aí. Parece ser uma obra bem intensa, uma boa dica para os que apreciam a linguagem poética! Fica a dica!

DSA: Agora conte-nos o que levou você a querer ser escritora. Foi um sonho de infância ou algo mais recente?

Paloma: Eu já escrevo há tempos. Comecei escrevendo peças teatrais, para apresentar no colégio, com 11 anos. Depois fui escrevendo umas poesias, músicas, mas sem compromisso profissional porque era muito nova e nem tinha noção de que a escrita poderia ser uma profissão. Acredito que o dom de escrever veio comigo desde cedo, mas foi depois de adulta que decidi investi nisso, e descobri que escrever é que me faz bem. Tem um poema desse livro titulado "Escrevo" que diz muito sobre isso, observe um trecho:

“Não lhe escrevo apenas versos,
Muito menos apenas palavras,
Fonemas, letras, sílabas.
Escrevo porque meu coração
Necessita da escrita, da leitura,
Necessita...”
Poesias que sangram é meu primeiro livro publicado, mas escrevo de tudo e estou finalizando um livro de contos para depois embarcar em um romance.

Comentário pessoal: e que bom que você não deixou de escrever desde pequena! Muitas pessoas abandonam a escrita justamente por acharem que nunca adquirirão maturidade literária, quando o que acontece é exatamente o contrário. É só dar "o tempo ao tempo" e não parar de ler, que a maturidade logo virá.
E que venham muitos livros no seu futuro, heim!

DSA: Eu já declarei aqui no meu blog que sou maníaca por histórias, sejam elas quais forem. Conte para nós: de quais livros, séries e filmes você mais gosta? Se você de repente virasse um personagem fictício, em qual desses "mundos" gostaria de estar?
Paloma: Também adoro histórias de todo o tipo.... Kkk. Eu leio de tudo, brinco que sou uma leitora que vai de embalagem de achocolatado até bula de remédio. Falar de um livro em especial é maldade, tenho vários favoritos: "Cem anos de solidão" de Gabriel García Márquez, "A casa das Orquídeas" de Lucinda Riley, "1984" de George Orwell, "Comprometida" de Márcia Albuq, e muitos outros. Série eu nem arrisco dizer, porque sou uma negação, não consigo acompanhar nenhuma... Kkk. Sempre perco a hora e capítulos. Filmes, gosto muito de romance com conteúdo histórico, drama, suspense.
Se eu virasse um personagem fictício sem sombra de dúvidas gostaria de estar em um livro. Eu sou suspeita para falar... mas os livros são muito especiais. Até agora nem série ou filmes conseguiram superar o poder de um livro na imaginação das pessoas.

Comentário pessoal: eu ia acrescentar "diz isso porque nunca assistiu a série Doctor Who", mas vou preferir não gerar polêmica... hehehe.

DSA: Para você, o que um livro precisa ter para ser considerado bom?

Paloma: Um livro pode atingir cada leitor de maneira completamente diferente. Acredito que um bom livro tenha que conseguir prender e mexer de alguma forma com os sentimentos de quem está lendo.

DSA: Você tem alguma meta para o ano de 2013? Ou prefere que as coisas aconteçam naturalmente?

Paloma: Tenho metas. Já finalizei um livro acadêmico sobre literatura na web e estou finalizando outro sobre contos-romance. Enquanto esses não ficam prontos eu vou divulgando e namorando o Poesias que Sangram. ^^

Comentário pessoal: estou torcendo para que todos venham a ser grandes sucessos da literatura nacional! E que vários sonhos seus possam ser realizados também!

E o Kiko?

Essa parte da entrevista consiste no seguinte: eu enumero algumas palavras e você marca uma opção de acordo com o grau de importância que isso tem na sua vida.

1 - Internet:
(   ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(   ) Sou indiferente.
(   ) Não me importo.
(   ) Desprezo totalmente.

2 - Política:
(   ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(   ) Sou indiferente.
(   ) Não me importo.
(   ) Desprezo totalmente.

3 - Esportes:
(   ) Não vivo sem.
(   ) Me importo.
(X) Sou indiferente.
(   ) Não me importo.
(   ) Desprezo totalmente.

4 - Religião/Deus:
(   ) Não vivo sem.
(   ) Me importo.
(X) Sou indiferente.
(   ) Não me importo.
(   ) Desprezo totalmente.

5 - Livros:
(X) Não vivo sem.
(   ) Me importo.
(   ) Sou indiferente.
(   ) Não me importo.
(   ) Desprezo totalmente.

Ping-Pong:

Agora vamos à um ping-pong, responda com uma palavra (ou uma frase):

Escrever é - Vida
Um medo - Morrer antes de escrever todos os livros que tenho em mente.
Um sonho - Escrever muitos livros
Essa entrevista para mim foi - Maravilhosa. Agradeço demasiadamente a oportunidade.
Poesias que Sangram é - Meu primeiro bebê. *.*
A Paloma é - Uma simples menina que ama livros incondicionalmente.

Muito obrigada, Paloma, pela entrevista incrível! Se você leu até aqui, é porque se interessou de alguma forma pelo trabalho da entrevistada, então procure visitar os links abaixo, para que você possa saber mais sobre ela:


Espero que tenham gostado da entrevista de hoje, ainda não sei quando publicarei outras, mas podem aguardar algo bem especial!

Para conferir todas as entrevistas, clique aqui.

Daqui a pouco teremos a segunda postagem do dia, não deixem de voltar mais tarde aqui no DSA!

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Olá Sheila! Muito obrigada pela entrevista , foi um prazer responder. E venho agradecer somente agora porque antes não tinha visto. kkk Vou divulgar.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados