Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

10/04/2014

O correto é "deve haver" ou "devem haver"?

Essa é uma das dúvidas que surgem até mesmo nas mentes mais treinadas, alados. É normal se confundir vez ou outra, pois normalmente os verbos concordam com um sujeito. Outro dia, eu mesma me deparei com uma frase construída com o verbo "haver" associado a um verbo auxiliar. E então me perguntei: será que o correto é escrever "deve haver" ou "devem haver"?
O nosso amigo, o verbo "haver", tem uma característica incomum: quando ele passa a adquirir o sentido de "existir", passa a ser impessoal, ou seja, sem sujeito nenhum. Eu já sabia sobre essa regra, mas a dúvida bateu quando pensei que a regra talvez não se aplicasse ao verbo auxiliar. Para acabar com a questão, fiz uma pesquisa básica na internet e descobri que sim, a regra também vale para o verbo "dever".
O mesmo acontece, inclusive, com os demais verbos que acompanharem o "haver"; como, por exemplo, "tinha havido", "pode haver", "vai haver", "pode ter havido", "há de haver", etc.
Portanto, alados meus, não se esqueçam: quando você for escrever uma frase assim, deixe os dois verbos no singular, assim:
Deve haver leitores que se beneficiaram com esta postagem.
Uma dica que eu dou para não errar, é substituir o verbo "haver" por "existir". Se a frase continuar fazendo sentido, deixe ambos os verbos no singular.

Já com o verbo existir, acontece o oposto: ele concorda sim com o sujeito. Veja só o exemplo:
Devem existir leitores que se beneficiaram com esta postagem.
Fonte de auxílio principal: UOL Educação

Entenderam? É só isso por hoje, semana que vem trarei mais dicas de Língua Portuguesa!

Beijinhos Alados,
0 Comentários
Comentários

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados