Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

24/10/2013

Os erros de Português mais comuns (e como evitá-los)

Há muito tempo atrás, alados meus, fiz uma postagem sobre erros de português, bem mais superficial e com erros bastante óbvios. Hoje vou listar alguns que são verdadeiras "pedras de tropeço", que são tão comuns que quase ninguém dá atenção; e muito menos pessoas são capazes de detectar.
Também apresentarei truques maravilhosos que vocês podem memorizar para nunca mais empregarem (ou pronunciarem) a palavra do jeito errado. OK, pode ser que vocês continuem a errar sim, isso é normal e humano... são apenas dicas que podemos usar vez ou outra, isso se a nossa memória não falhar.
Ah, antes de tudo, devo fazer um alerta: esta postagem não é uma indireta para ninguém, são erros que qualquer um comete, inclusive eu (como vocês verão em alguns tópicos).

Os erros de Português mais comuns (e como evitá-los):

Será que há alguma língua tão cheia de detalhes quanto o Português? Claro que pode existir, mas não podemos negar que os brasileiros devem ser os que têm mais preguiça de se corrigir. Basta entrar em uma Rede Social (ou mesmo começar a conversar com alguém na vida real) para que dezenas de erros venham à tona. Uns nós notamos de imediato, outros apenas aqueles que realmente amam a Língua Portuguesa conseguem distinguir.
Hoje vou mostrar para vocês algumas das "escorregadelas" que mais acontecem. Notem que há erros referrentes à letras trocadas, expressões ou palavras empregadas do jeito errado, e até de pronúncias equivocadas. Espero que, a partir de hoje, você passe a prestar mais atenção quando for escrever (ou falar) o que está listado a seguir...

Atrasar:

Eu erro essa o tempo todo. Quem nunca escreveu "atrazar"? Na verdade, o certo é escrever com "s": atrasar.

Como evitar: pense na expressão "se atrasar", como o "se" começa com "s", lembre-se de que o "atrasar" também é com "s".

Mexer:

Quantas vezes você já viu uma pessoa escrever "mecher" ou "mechendo"? Pois é, fique sabendo que o verbo mexer (e todas as suas flexões) só se escreve com "x".

Como evitar: muito simples, lembre que apenas o substantivo "mecha" (de cabelo) se escreve com "ch". O resto é com "x".

"Ao encontro de" e  "De encontro a":

Já fiz uma postagem inteira sobre isso, não é muito difícil diferenciar estas expressões.

Como evitar: saiba como clicando aqui.

Atrás e detrás:

Já errei um milhão de vezes ao escrever "atrás". Acontece que muito se confunde com o verbo "traz", que é com "z". Mas "atrás" e "detrás" são com "s", as palavras "atráz" e "detráz" não existem.

Como evitar: lembre-se de que o que está "atrás" sumiu.

Onde e Aonde:

Alados do céu, essa a gente erra até sem perceber que errou. Saiba que há uma diferença entre os dois: "aonde"é empregado quando o verbo da oração indique deslocamento (como "ir", por exemplo) e "onde" em verbos que indiquem ações em que não há deslocamento (como "estar" ou "ficar").

Ex: Aonde você vai?
      Onde estou?
      Onde estão guardadas as pilhas?

Como evitar: a única forma é decorando esta regra que acabei de citar.

Distinguir e extinguir:

Neste caso as pessoas erram mesmo a pronúncia, a maioria fala "distingüir" e "extingüir", pronunciando o "u" do ditongo "gui". Na verdade não deve-se pronunciar o "u", deve-se ler da mesma forma que lemos o verbo "seguir".

Como evitar: lembre-se de que as duas palavras nunca tiveram trema.

"Em vez de" e "ao invés de":

Foi uma das últimas dúvidas que pesquisei. Na verdade, "ao invés de" só pode ser empregado quando quando as duas ações forem opostas (como em "Ao invés de entrar, Maria saiu"), e "Em vez de" pode ser empregado em todos casos (até mesmo quando forem ações opostas).

Como evitar: veja se as ações são opostas. Se forem, pode escrever "ao invés de". Se a dúvida persistir, escreva "em vez de", não há como errar.

Exceção:

Quem acerta esta palavra sem pensar duas vezes com certeza é uma "exceção". Já vi muitas variantes como "essessão", "exeção", "excessão", etc. Mas o certo mesmo é "exceção".

Como evitar: não consegui encontrar nenhum truque...

Retificar e Ratificar:

Embora pouca gente utilize a palavra "ratificar" (que significa confirmar), pode acontecer que alguém se confunda ao escrever "retificar" (que significa corrigir).

Ex: A professora retificou a questão duvidosa (corrigiu a questão)
      Pensaram que a decisão havia mudado, mas o juiz ratificou a sentença (confirmou a sentença).
Como evitar: memorize que quem "retifica" é quem errou.

Seja:

Pelo amor de Deus, a palavra "seje" não existe!!!

Como evitar: simples, não utilize "seje" nunca. "SEJE" NÂO EXISTE, tire esta palavra de sua mente de uma vez por todas!

Espero que meu post tenha ajudado! Se você tiver sugestões de outras dúvidas comuns que possam ser esclarecidas no meu próximo post, deixe um comentário!

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Amei as dicas.. Outra palavra que eu confundo muito também é ansciosa, anciosa, ansiosa.. Não sei como escreve.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados