Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

18/09/2013

Livro - Êxtase

Alados meus, depois de terminar a leitura deste livro, não sei se eu rio, se eu choro, se eu grito, se rasgo o livro em pedacinhos e depois jogo os restos na privada... 'Peraí, não posso destruir o livro senão minha irmã me mata! Hehehe... Melhor apenas escrever o que senti de verdade, tomara que não lhes desanime muito!
Os sentimentos se misturam no meu interior, e me sinto simplesmente... decepcionada. Sério, o "êxtase" que eu esperava ler não aconteceu. Eu costumo ter a mente bem aberta, mas desta vez não dá para relevar... Vou contar a vocês minha opinião bem detalhada sobre o último dos livros da série "Fallen", da escritora Lauren Kate.

Ah, lembrem que é apenas a minha opinião pessoal, não desistam de comprar o livro só por causa do que eu falei, pois o seu gosto pode ser completamente diferente do meu.


Êxtase, Lauren Kate:

Eu dificilmente gosto dos finais dos livros em geral, até agora vocês só me viram elogiar o final de "O Ateneu" e de "As Crônicas de Nárnia". Até aí tudo bem, pois mesmo não gostando muito do final, eu sempre encontro algo que me encantou, mesmo não concordando com algumas coisas. Sou uma pessoa de mente aberta e leio livros pela trama em si, por uma história que seja instigante, não por pedaços isolados dela ou detalhes menores.
Só que dessa vez não posso dizer que gostei desse final, não tem como. Até achei interessante o começo do livro, as primeiras aventuras... Entretanto, o ápice, o clímax, ficou tão opaco que me deu agonia... A história em si é boa, o final é que apagou todo o encanto.
Mas antes de começar a opinião, falarei dos aspectos físicos. A capa é belíssima (sem contar que tem a parte de trás roxa, o que acho muito chic), o corpo tem boa fonte, apenas com uns errinhos de impressão chatos. Não tenho muito a reclamar dessa parte.
Falados os aspectos físicos, vamos agora ao que interessa de verdade, a opinião em si:

Trecho do livro:

    "O bater de asas acima.
    O roçar de nuvens na pele.
    Luce estava voando na escuridão, afundada no túnel inebriante de mais um voo. Era leve como o vento.
    Uma única estrela estava no centro do céu azul-escuro, quilômetros acima do colorido horizonte.
    Luzes piscavam no chão escuro, parecendo impossivelmente distantes. Luce estava em outro mundo, subindo em direção ao infinito, iluminada pelo brilho de asas prateadas.
    Elas batiam novamente, impulsionando para a frente, então para trás, carregando-a mais para o alto... mais alto...
    O mundo era silencioso lá em cima, como se existisse só para ela.
    Mais alto... mais alto...
    Não importava o quão alto, estava sempre resguardada pelo brilho das asas prateadas acima dela.
    Estendeu a mão para tocar Daniel, como se para dividir aquela paz, acariciar a mão dele no mesmo local onde sempre repousava: ao redor da cintura de Luce.
    A mão dela encontrou apenas a própria pele. A mão dele não estava lá.
    Daniel não estava lá".

Minha opinião pessoal:

A primeira coisa que eu percebi assim que comecei a ler é que finalmente descobri qual era o aspecto que eu tanto tinha gostado no livro "Paixão": a ausência das contemplações melosas que a Luce faz toda hora quando olha para o Daniel. Sabe, quando ela fala que "os músculos dele são tão definidos que a fazem chorar" ou que "as remelas dele reluzem como diamantes ao sol do meio-dia". OK, ela não fala exatamente assim... nessa eu exagerei... hehe. Mas é quase isso. E é o tempo todo. Várias vezes por página.
Também não gosto muito da fé cega dela em achar que precisa fazer tudo por causa do Daniel, e de que ele vai sempre salvá-la e protegê-la. Prefiro personagens mais guerreiros, que fazem as coisas porque é aquilo que importa, que sabem como ser fortes por si mesmos. Antes eu não tinha a Lucinda Price na minha lista de personagens que gostaria de explodir, agora a incluí. Ela foi burra demais. Até Lúcifer disse que ela é tapada.
Ainda assim, isso é advindo apenas da minha antipatia por romances (quando falo "romances" me refiro ao tema "amor romântico", não ao gênero literário). Continuei lendo.
As aventuras que se desenrolaram durante a trama foram bem legais, gostei de lê-las. E quando aconteceu o sacrifício do desideratum pensei: "Nossa, agora é que a coisa vai começar a esquentar de verdade!"
Mas não esquentou. Foi (por falta de palavra melhor) brochante.
Não que eu não tenha concordado com a explicação psicodélica da maldição da Luce, tudo bem, eu até aceitei na boa. E acharia um ótimo final, bastante surpreendente, se não fossem duas coisas: o Lúcifer "bebê-chorão" que a Lauren Kate colocou nesses momentos finais; e a ausência de uma grande batalha para arrematar a trama. O babado todo acaba apenas com uma... uma... uma conversa, um papo-furado! Como assim? Eu queria ver sangue pra todo lado (ou "pó de anjo"), cabeças cortadas, poderes voando e ricocheteando; pelo menos um combate mano-a-mano com Lúcifer... mas não. Foi tipo: choro, choro; beijo, beijo; tchau, tchau.
Resumindo: o livro foi até bom, porém no final não soube como terminar de um jeito que nos dê o prazer de ter terminado de ler uma série. Foi quase um "compêndio da história da burrice dos anjos". Só isso que tenho a dizer.

Agora estou lendo "Heaven", da série "Halo"... Estou com medo de ser decepcionada de novo, mas sou curiosa demais para não ler... hehe.

Leia Também:

As Crônicas de Nárnia (Volume Único)
Amores Impossíveis
Percy Jackson & os Olimpianos - O Último Olimpiano
Percy Jackson & os Olimpianos - A Batalha do Labirinto
Percy Jackson & os Olimpianos - A Maldição do Titã
Percy Jackson & os Olimpianos - O Mar de Monstros
Percy Jackson & os Olimpianos - O Ladrão de Raios
Paixão
Hades
Angélica
Tormenta
O Pequeno Príncipe
Fallen
Corda Bamba
A arte de Construir Cidadãos: as 15 lições da Pedagogia do Amor
O Ateneu
A Normalista
Diários do Vampiro - O despertar
Halo
O livro da Vida - Da ilusão à verdade
Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Realmente o final foi bem cuspido, como se ela quisesse terminar logo essa história e parti para outra rapidamente

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados