Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

28/09/2013

Música para o Sábado - "Castle of Glass"

E lá vou eu de novo, alados, com esse meu problema sério com o Linkin Park. Ontem fiquei escutando esta música umas vinte vezes (sem brincadeira), pensando em como ela é perfeita para descrever o clima da saga Doce Sonho Alado. A verdade é que estou triste por ainda não poder dizer que vocês vão poder entender o que eu quero dizer, pois por enquanto tudo está indicando que nem tão cedo vou poder publicar meu livro. Talvez nem consiga. Vocês vão pensar que estou exagerando, mas a verdade é essa, só estou sendo sincera.
Mas deixando isso de lado, aí vai a música, a letra e a tradução, espero que vocês a curtam tanto quanto eu continuo curtindo.

Likin Park - Castle of Glass

Powered by mp3skull.com

Castle Of Glass

Take me down to the river bend
Take me down to the fighting end
Wash the poison from off my skin
Show me how to be whole again

Fly me up on a silver wing
Past the black, where the sirens sing

Warm me up in a nova's glow
And drop me down to the dream below

Cause I'm only a crack
In this castle of glass
Hardly anything there for you to see
For you to see...

Bring me home in a blinding dream
Through the secrets that I have seen
Wash the sorrow from off my skin
And show me how to be whole again

Cause I'm only a crack in this castle of glass

Hardly anything there for you to see
For you to see...

Cause I'm only a crack in this castle of glass

Hardly anything else I need to be

Cause I'm only a crack in this castle of glass

Hardly anything there for you to see
For you to see..

Castelo de Vidro

Leve-me até à margem do rio
Leve-me até o combate final
Lave o veneno pra fora da minha pele
Mostre-me como é estar inteiro novamente

Leve-me num voo numa asa de prata
Até depois da escuridão, onde as sirenes cantam
Aqueça-me no brilho de uma nova
E solte-me no sonho abaixo

Porque eu sou apenas uma rachadura
Neste castelo de vidro
Não há quase nada pra você ver
Para você ver...

Traga-me para casa em um sonho ofuscante
Através dos segredos que eu já vi
Lave a tristeza pra fora da minha pele
E me mostre como é estar inteiro novamente

Porque eu sou apenas uma rachadura neste castelo de vidro
Não há quase nada pra você ver
Para você ver...

Porque eu sou apenas uma rachadura neste castelo de vidro
Eu não preciso ser nenhuma outra coisa

Porque eu sou apenas uma rachadura neste castelo de vidro
Não há quase nada pra você ver
Para você ver...

Essa foi a música. Erros de tradução não são de minha responsabilidade (retirei a letra e a tradução do Letras.mus.br).

Para ouvir todas as músicas publicadas, clique aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados