Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

27/08/2013

Os "perigos" mais "perigosos" de ser blogueiro

O ministério blogosférico adverte: ter um blog pode acabar se tornando uma atividade de alto risco, não deixe de conferir nessa postagem os efeitos colaterais mais comuns aos quais você pode estar exposto... OK, não me levem a sério, vocês vão entender daqui a pouco o que quero dizer com isso... hehehe...
Mas antes de chegar lá devo agradecer um milhão de vezes à minha amiga Juliana Marques (a única que acompanhou o Doce Sonho Alado desde o blog onde eu postava uma história que continuava a cada post) por ter participado da campanha "Queremos ler Doce Sonho Alado". Devo dizer que ela conseguiu captar a alma do meu livro, muito bem elaborada a postagem dela! Não deixem de passar por lá:


E aí você fala: "Grande coisa, ela é sua amiga, você está puxando o saco dela!". Desafio você a passar no post e depois me dar argumentos convincentes de que não ficou bom, sério!
Mas vamos começar logo a postagem de hoje, Alados, sei que vocês vão gostar dela (já que é uma dose daquilo que eu já estava esquecendo de publicar por aqui).

Os "perigos" mais "perigosos" de ser blogueiro:

Quem nunca teve um blog deve pensar que escrever no mundo virtual é uma tarefa muito fácil, que qualquer um pode escrever meia dúzia de palavras e ficar famoso. Sem sombra de dúvidas, muitas pessoas entram na blogosfera pensando da mesma forma, e vêm para esta "selva" sem saber dos "perigos" que permeiam esta atividade.
A verdade absoluta é que todos nós passamos por uma série de sintomas que significam que somos blogueiros de verdade. Abaixo listarei os principais "perigos", fiquem atentos a cada um deles:

Principais "perigos":

  • Chorar quando lê um post falando sobre você ou sobre seu blog;
  • De repente começar a chamar os leitores de cupcakes, unicórnios, arco-íris glitterizados, mini-pufes felpudos, e muitos outros apelidos ridículos;
  • Recomendar qualquer coisa que usou e gostou, até palito de dente e papel higiênico;
  • Trocar de template um milhão de vezes e, mesmo tendo amado todos eles, sempre achar que tem algo errado ou faltando;
  • Entrar em pânico cada vez que o blog tem um acesso sequer a menos do dia  anterior;
  • Ter uma ideia no meio da noite e correr feito louco atrás de papel para anotar (muitas vezes acordando todo mundo);
  • Ficar com o bumbum dormente por ter passado umas boas horas montando uma postagem ou um template;
  • Começar a achar que o Google vai enjoar de você de tanto que passa por lá para pesquisar coisas;
  • Aprender mil e uma maneiras de implorar para as pessoas passarem no seu cantinho;
  • Ver qualquer coisa interessante e pensar: "Caramba, preciso pôr isso no meu blog!";
  • Reler aquele post que você fez num dia de inspiração só para admirar sua própria genialidade;
  • Acabar com um acervo enorme de fundos para blog, desenhos para usar em cabeçalhos, setas de voltar ao topo, e pensar que não tem nada que fique realmente perfeito no blog;
  • Começar a chamar seu blog de "bebê" quando vai falar sobre ele;
  • Achar que o dia não está completo por não ter conseguido fazer um post legal.

Claro, é apenas uma brincadeira! Nada disso é realmente um "perigo perigoso", na verdade o que eu escrevi é apenas tudo aquilo que nos caracteriza como blogueiros humanos. Se você passou por isso só indica que está indo pelo caminho certo!
Ser blogueiro e não aproveitar todas as nuances desta tarefa é como fazer uma viagem e não sair do ônibus ou do avião; por isso, blogueiros, não tenham medo de passar por estes "perigos", apenas aproveitem a jornada!

Espero que tenham gostado do post de hoje. Se eu achar mais "perigos" farei um novo post sobre o assunto!

Beijinhos Alados,
4 Comentários
Comentários

4 comentários:

  1. rsrsr. Amei a postagem!!! Não sei por que mas me identifiquei em quase tudo.... para não dizer em tudo!! rs
    beijinhos,

    ResponderExcluir
  2. acordo no meio da noite e anoto as idéias , no meio do banho , ou leo sempre umacaneta ou papel quando saio de casa , sempre , sempre com minha máquina fotográfica , vai que rola um video para o youtube né

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre tenho ideias de noite, e fico lendo os posts que ficaram geniais e penso: "será que fui eu que escrevi isso mesmo?" e eu gosto de chamar os leitores de cupcakes, potatoes, pq são coisas fofas e de directioners, mas servem para todos rsrsrs...

    ResponderExcluir
  4. Principais "perigos":

    De repente começar a chamar os leitores de cupcakes, unicórnios, arco-íris glitterizados, mini-pufes felpudos, e muitos outros apelidos ridículos; >>>>>(isso não é só chato como, na maioria das vezes me parece mesmo muito mais ridículo que 'fofo'. Desculpem quem faz, mas costuma ser)

    Recomendar qualquer coisa que usou e gostou, até palito de dente e papel higiênico; >>>>>>( quando é um artigo realmente bom, no meio de artigos que são mais ou menos, acho legal, ajuda a gente a não gastar em porcaria. Mas indicar só porque 'comprou e achou legal' sem ter experimentado outros...post só pra encher espaço no blog/face/twitter)

    Trocar de template um milhão de vezes e, mesmo tendo amado todos eles, sempre achar que tem algo errado ou faltando; >>>>>>QUE BLOGUEIRO NUNCa???? Mesma coisa com o título do blog:)

    Ficar com o bumbum dormente por ter passado umas boas horas montando uma postagem ou um template; >>>>> Comum...sem contar aquela dor nos ombros quando monitor e cadeira estão em desalinho :(

    Aprender mil e uma maneiras de implorar para as pessoas passarem no seu cantinho; >>>>(eu desisti de tentar essa técnica, comigo não funcionou além do que,quando fazem comigo, acho chaaaaaaaaaaato rs)

    Ver qualquer coisa interessante e pensar: "Caramba, preciso pôr isso no meu blog!" >>> (tem gente que parece que faz isso no face e no twitter...qualquer coisa a pessoa post e compulsivamente.É chaaaaaaaaato.

    Reler aquele post que você fez num dia de inspiração só para admirar sua própria genialidade; >>>> BLOGUEIROS POR FAVOR, FAÇAM ISSO, releiam seus posts, não pela genialidade dele, mas pra cortar repetições e enxugar parágrafos enormes que, coesos, acabam surtindo muito mais efeito (eu to tentando, mas sou prolixa... até pra comentar kkkk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados