Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

25/06/2013

Entrevista DSA com Vivian Albuquerque

O livro "Amores Impossíveis" será lançado no dia 28/06, ou seja, nesta sexta-feira (tão pertinho!); e, enquanto vocês ainda não podem ler o meu conto que estará nele, vamos conhecer hoje mais uma das escritoras que fazem parte deste seleto grupo de ganhadores do CLEC 2012.
Mas primeiro, devo avisar que há uma postagem imperdível no nosso super parceiro, o blog "Over Shock", que conta todos os detalhes sobre a antologia, inclusive com comentários do organizador Roberto Laaf e comentários de cada autor (e o meu também, é claro)! Então não deixem de passar por lá:


Entrevista DSA com Vivian Albuquerque:

Sinto-me cada vez mais honrada em fazer parte deste grupo de novos escritores que terão contos publicados no livro "Amores Impossíveis", das editoras Alcantis e Aped. A cada dia que passa, fico mais contente por conhecer a história de pessoas tão talentosas; e creio que a leitura deste exemplar será uma experiência única. Estou louca para tê-lo em mãos!
Então hoje vamos conhecer mais uma das "impossíveis" autoras que ganharam o CLEC. Depois das entrevistas com a Francine, o Wellington, a Fabiane, a Vanessa, o Ricardo, o Wesley, a minha louca entrevista comigo mesmo, a Lu Franzin e a Graci Rocha; saberemos um pouco mais sobre quem é a Vivian Albuquerque, que eu acabei de conhecer. Não deixe de ler todas as perguntas, respostas e comentários:

Perguntas:

DSA: Antes de tudo, queria parabenizá-la por estar conosco no livro "Amores Impossíveis"! Como foi para você participar do CLEC? Escrever o conto foi uma tarefa fácil ou exigiu um certo esforço? 
Vivian: Eu que agradeço pela oportunidade de falar um pouquinho de mim por meio dessa entrevista. Fico feliz que estaremos juntas no livro e, inclusive, estou curiosíssima para ler o seu e os demais contos! Bom, para mim, no momento é sempre difícil escrever, pois as ideias vem, mas a falta de tempo para sentar em frente ao computador e transformá-las em texto é o que me mata! Quando vi o tema do CLEC logo me interessei, pois adoro um romance, e quem não gosta de um amor impossível? Tive logo a ideia, mas foi difícil arrumar uma brecha na correria do dia a dia para escrever. Por sorte parei em um final de semana e consegui escrever e revisar em dois dias. Depois pedi que uma amiga minha que também é escritora lesse e revisasse, assim como o meu marido que sempre me apóia nas empreitadas ficticias, e enviei, torcendo muito para ser escolhida!

Comentário pessoal: quem não gosta de um amor impossível? Eu _o/ ... Hehehe... vou parar de falar isso senão os outros autores vão brigar comigo!
Que bom que o tempinho veio na hora certa, heim! Agora estamos nós aqui, todos compartilhando esta grande oportunidade.
 
DSA: Agora conte-nos o que levou você a querer ser escritora. Foi um sonho de infância ou algo mais recente?
Vivian: Desde pequena a palavra escrita é o meu melhor meio de comunicação, onde me sinto mais à vontade. Sempre gostei das redações e das atividades de leitura e escrita. Quando estava no Ensino Médio fui apresentada às fanfictions, as obras literárias escritas pelos fãs com seus personagens favoritos de livros, séries etc. Logo me encantei e escrevi minha primeira fanfiction com os personagens do anime japonês "Sakura Card Captors". Depois, rumei para as fanfictions de "Harry Potter", já entrando para um gênero mais romântico, escrevendo sobre uma amor impossível entre dois personagens que são inimigos no original de J. K. Rowling, Draco Malfoy e Gina Weasley. Amava as fanfics e acredito que foram a minha maior motivação para me aprimorar na escrita. Até hoje minhas histórias estão online e recebo comentários de leitores.

Comentário pessoal: e eis que encontramos outra Potterhead na antologia! Eu sinceramente acho que esse romance "Draco e Gina" não daria muito certo não... na minha cabeça, acho que ela daria umas boas porradas nele... Hehehe... Não sou muito fã do Draco, mas vocês sabem que o Tom está entre os "Legalmente Zenzuais". Aliás, praticamente todo o elenco masculino de Harry Potter está nos zenzuais... aliás, a lista cresceu outra vez... oh God, daqui a pouco chega aos setenta!

DSA: Agora uma pergunta mais descontraída: tem alguma situação inusitada ou curiosa que você já passou que gostaria de nos contar?
Vivian: Quando escrevia fanctions de Draco e Gina, meu irmão e eu criamos o "Portal Draco e Gina", site que ficou bem conhecido no fandom de Harry Potter. Na época (2003, 2004) a internet banda larga era rara e nós ainda tínhamos acesso discado. Para atualizar o site e postar as fanfictions dos demais autores tínhamos que ficar acordados até meia noite, horário em que se pagava menos para se conectar! Era um verdadeiro suplício atualizar o site, mas a gente amava tanto que não media esforços. E uma vez, quando o monitor do nosso computador quebrou e ficou cor-de-rosa, ainda assim não deixamos de atualizar o site. Imagina como era montar o template sem enxergar direito? rs... Mas decoramos os códigos das cores em html para não decepcionar os fãs do site!

Comentário pessoal: a época da internet discada foi mesmo um horror... aqui em casa era péssima, ainda mais que a gente usava um 586 disfarçado de Pentium I... hehehe...

DSA: Eu já declarei aqui no meu blog que sou maníaca por histórias, sejam elas quais forem. Conte para nós: de quais livros, séries e filmes você mais gosta? Se você de repente virasse um personagem fictício, em qual desses "mundos" gostaria de estar?
Vivian: Nem preciso dizer que adoro fantasia, já deu para perceber. Amo "O Senhor dos Anéis", "As Brumas de Avalon", "A História Sem Fim", "Peter Pan", "Jogos Vorazes", e "Harry Potter", claro! Quanto à filmes, adoro as comédias românticas também, como "Enquanto Você Dormia" e "PS Eu Te Amo". Séries preferidas? Sem dúvida "The Vampire Diaries", "Game of Thrones", "True Blood", "How I Met Your Mother", "The Big Bang Theory"... enfim, são tantas! Agora, por escrever sobre ele e estar tão presente em minha imaginação, não tenho dúvidas, gostaria de ser uma bruxa e não uma "trouxa". Cadê minha cartinha para Hogwarts que até agora não chegou?! rs... Era nesse "mundo" que viveria.

Comentário pessoal: nhá... quem leu a minha entrevista comigo mesma viu que a minha resposta foi bem parecida. Menina, acho que alguém extraviou as cartas de Hogwarts aqui do Brasil (será que eles não poderiam fazer uma espécie de "EJA" bruxo para nós? Hehehe...). Nem preciso falar que também amo "TVD" e "TBBT"... todo mundo já sabe.
 
DSA: Me conte uma coisa sobre você que você nunca contou no mundo virtual.
Vivian: Essa é difícil, pois minha vida é um facebook aberto... Bom, eu acredito em fadas, acredito, acredito!

DSA: O que você mais gosta de fazer em seu tempo livre? 
Vivian: Sou uma pessoa de gostos simples. Gosto de caminhar, ficar com meu marido, família e amigos, ler e assistir aos seriados. E se o tempo for maior, viajar, conhecer culturas e pessoas diferentes!

DSA: O que você acha da situação literária brasileira atual?
Vivian: Acredito que tivemos um grande boom para os autores nacionais, principalmente para os que escrevem para o público jovem, após a abertura iniciada por Thalita Rebouças, que mostrou que o adolescente gosta de ler sim, e agora com a Paula Pimenta vendendo muito também. O espaço está aberto, a questão é conseguir um texto de qualidade e que interesse aos leitores.

Comentário pessoal: eu também acho que a questão é as editoras confiarem em nós. Deus sabe como eu torço para pelo menos conseguir uma resposta... mas não vou começar com mimimi não, vamos continuar a entrevista.
 
DSA: Se pudesse mudar algo na realidade brasileira, o que seria?
Vivian: Gostaria muito que o público leitor procurasse aos autores nacionais como procura aos best sellers estrangeiros. É muito difícil autor nacional conseguir vender. Caso os brasileiros lessem mais autores nacionais, nós, escritores nacionais, teríamos muito mais oportunidade e poderíamos até ter uma realidade como a estrangeira, na qual às vezes um autor consegue um contrato com uma editora apenas ao vender sua ideia, antes mesmo de escrever o livro. No momento o autor brasileiro tem a ideia, escreve o original e roda de porta em porta nas editoras sem conseguir ser publicado. "Autores nacionais, eu leio!", esse é o meu lema.

Comentário pessoal: sim, é realmente uma lástima. Eu já encontrei várias editoras que nem se dão o trabalho de dar uma chance para nós. E quanto o brasileiros preferirem os best sellers estrangeiros, acho que parte do problema (não uma grande parte, mas influi) também é que os autores nacionais não procuram se aproximar do estilo de escrita dos autores de fora, já que os brasucas gostam tanto. Essa é uma das coisas que acrescentei ao "Doce Sonho Alado", ele é como os livros estrangeiros que leio, mas pintado de verde-e-amarelo. Duvida? Espere só quando ele for publicado! 

DSA: Você tem alguma meta para o ano de 2013? Ou prefere que as coisas aconteçam naturalmente?
Vivian: A minha maior meta é vencer a inércia e voltar a escrever regularmente, uma vez que depois das fanfictions escrevi alguns contos, mas nada mais aprofundado. A participação na antologia é sem dúvida um grande empurrão para me manter ativa. Agora é botar a mão na massa!

Comentário pessoal: estou torcendo por você! Comece a escrever um pouquinho por dia, nem que seja só uma frase por vez. Quando você menos esperar, já terá uma obra inteira!

DSA: Se você pudesse dar um grande presente à humanidade, o que seria?
Vivian: Paz. Acredito que a humanindade não tem paz interior e por conta disso temos que passar por todos esses percalços. Para mim só paz e amor resolveriam todos os problemas.

E o Kiko?

Essa parte da entrevista consiste no seguinte: eu enumero algumas palavras e o entrevistado marca uma opção de acordo com o grau de importância que isso tem na sua vida.

1 - Internet:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

2 - Lutar pela preservação do meio ambiente:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

3 - Política:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

4 - Esportes:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

5 - Redes Sociais:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

6 - Celular/Telefone:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

7 - Televisão:
(  ) Não vivo sem.
(X) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

8 - Notícias da atualidade:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

9 - Religião/Deus:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

10 - Livros:
(X) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

Ping-Pong:

Agora vamos à um ping-pong, responda com uma palavra (ou uma frase):

Escrever é - um refúgio. Um amor. Um caminho.
Amor - o mundo precisa de amor e só.
Brasil - coração do mundo.
Não saio de casa sem... - meu celular!
Sucesso - fazer o que se ama.
Um medo - não realizar meus planos.
Um sonho - ser mais do que ter, ter menos quereres, querer mais saber.
Essa entrevista para mim foi - um sopro de satisfação em uma tarde de domingo nublada.
Amores Impossíveis é - uma oportunidade de me reencontrar como escritora.
A Vivian é - uma sonhadora até o fim!

Muito obrigada, Vivian, pela entrevista incrível! Se você leu até aqui, significa que se interessou de alguma forma pelo seu trabalho, então não deixe de visitar os links abaixo:


Espero que tenham gostado da primeira entrevista de hoje, daqui a pouco teremos a segunda entrevista do dia, não percam!

Para conferir todas as entrevistas, clique aqui.

Beijinhos Alados,
2 Comentários
Comentários

2 comentários:

  1. E não é que você conseguiu nos surpreender aos 45 do segundo tempo? Nem imaginei que haveria mais entrevistas, mas gostei do resultado e gostei de ver sua indicação da minha matéria. Muito obrigado, Sheila.
    Achei a ideia do "Portal Draco e Gina" incrível, assim como a história que ela criou (que por sinal eu também acho que não daria muito certo). Ela comentando sobre as "dificuldades" da internet discada me recordei de outras dificuldades que somos obrigados a enfrentar quando aceitamos esse tipo de desafio, mas quem sabe se importa? É tão prazeroso.
    Já estou ansioso para conferir o resultado do conto da Vivian.

    Beijos e parabéns para vocês duas.
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  2. Meu sonho também é um dia ver o público leitor procurando literatura nacional com a mesma ânsia com a qual procura best-sellers estrangeiros. Mas acredito que estamos no caminho certo para isso.
    Adorei a entrevista! Parabéns pelo site e sucesso sempre à autora!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados