Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

28/06/2013

O burro não vem na frente!

Você certamente deve se lembrar das vezes em que o Chavez diz: "Estávamos aqui no pátio eu e o Quico", e o professor Girafales corrige: "Estávamos aqui no pátio o Quico e eu". Também aposto que você já deve ter corrigido alguém ao falar da mesma forma. Sabia que esta regra não existe na Língua Portuguesa? Para nós, tanto faz dizer "eu e fulano" ou "o fulano e eu".
Então você me dirá: "Sheila, diga-me de onde surgiu essa coisa de 'o burro vem na frente'!". Ora, a resposta é muito simples:
Acontece que na hora de fazer a dublagem de um seriado ou um filme estrangeiro, os tradutores tentam deixar as falas o mais próximas possíveis do que seria dito no nosso idioma, mas nem sempre as piadas ficam bem em português (principalmente quando se trata de trocadilhos ou outras brincadeiras ligadas ao idioma); por isso há tantas diferenças entre as falas originais e a dublagem em português, os tradutores precisam alterar as falas de forma que o brasileiro comum entenda.
No caso citado acima, o professor Girafales se referia a regra da Língua Espanhola que diz que não se pode iniciar um sujeito composto com o pronome pessoal "Yo"; ou seja, não se pode dizer "Yo y Maria", e sim "Maria y yo". O mesmo acontece em inglês, aliás.
Dando outro exemplo no próprio Chaves, no episódio do "Dia de São Valentin", a Chiquinha está escrevendo um cartão e pergunta ao Chaves se "Valentin" se escreve com qual "V": se de "vaca" ou de "burro" (e é sempre o burro!). Em português, a piada não tem a mínima graça, mas quem sabe um pouco de espanhol sabe que a letra "v", nesse idioma, tem som de "b"; o que faz com que a dúvida da menina seja perfeitamente normal. Eu pelo menos morro de rir quando o Chaves pergunta ao Seu madruga: "Com que 'v'?"; ele responde: "Ora, com os olhos!"; e o Chaves completa: "Mas de vaca ou de burro?".
A única coisa que você pode afirmar quanto a estar errado dizer "eu e ciclano" (o primo do fulano e do beltrano) é que pode ser pouco cortês colocar a si mesmo na frente do outro, seria quase um gesto egocêntrico. Eu, pessoalmente, não vejo problema em colocar o "eu" na frente (é coisa que sai da nossa boca sem querer, não? Existem coisas bem mais mal-educadas do que isso, e ninguém fala nada sobre elas), porém, algumas pessoas acham falta de educação.
Então, não se esqueça, o burro só vem na frente se ele estiver puxando a carroça... Hehehe...

Espero que tenham gostado da dica! Lembrando que hoje é o lançamento do livro "Amores Impossíveis", que conta com um conto meu. Saiba de mais informações clicando aqui.

Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Gostei muito do seu artigo. Foi explicado de maneira muito simples, fácil de entender e com humor. Parabéns! Vou compartilhar essa postagem na comunidade "Nosso Português é Nossa Cultura" no Google+. Aproveite e faça um perfil lá, caso não tenha.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados