Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

21/06/2013

É "ao encontro de" ou "de encontro a"?

Voltei com a coluna de Língua Portuguesa! O assunto sobre o qual falaremos hoje não é nada inédito, existem trocentas páginas na web falando sobre a diferença entre "ao encontro de" ou "de encontro a". Contudo, trago hoje um diferencial: do jeito que ensinarei, aposto que você jamais esquecerá o uso correto dessas expressões. E também prometo que será rápido (uma coisa que não faço com frequência nos meus posts... hehehe).
Note que caso alguém troque essas locuções haverá um enorme problema, pois uma é o oposto da outra. Então leia com bastante atenção para jamais errar:

Ao encontro de:

O termo-chave dessa locução é "concordância". Deve-se usá-la sempre que a intenção seja afirmar que algo está de acordo com, ou vai em direção a, ou é favorável a, ou vai para junto de.

Para não esquecer:

Imagine duas pessoas que estão em lados opostos de uma rua, ambas de braços abertos, correndo uma ao encontro da outra. Lembre-se: a palavra-chave é abraço; então, "a" de "abraço" é igual a "ao encontro de". Abraço é uma coisa boa, não? Todos concordamos que é algo bom, então vai ao encontro de nossas preferências.

De encontro a:

Nesse caso, o termo chave é exatamente o oposto, ou seja, "discordância". Portanto, deve-se usá-la quando a frase tiver sentido de ir contra, ou em oposição a, ou vai chocar-se com.

Para não esquecer:

Imagine uma pessoa que está prestes a bater numa parede de tijolos. Ela está correndo, não há como evitar que vá de encontro a parede. Lembre-se: nesse caso a palavra-chave é parede; então recorde que "de" é a sílaba final de "parede" que é igual a "de encontro a". Quando uma pessoa discorda, ela pode inclusive brigar por isso, não? E brigar machuca, assim como ir de encontro a uma parede.

Viu como agora ficou fácil? Aposto que você jamais esquecerá.
 
Beijinhos Alados,
1 Comentários
Comentários

Um comentário:

  1. Os pequenos detalhes da língua portuguesa que nos fazem demorar um tempão numa frase,algumas vezes...

    De repente baixa aquela dúvida do tem/têm do a/ha da/de e por aí vai.

    As vezes vai errado mesmo, é fato, a gente nem se dá conta, mas as vezes a dúvida aparece e, nessas horas, até o que a gente sabe que é a gente dica na dúvida como é rs

    Sem contar o tando de 'porquês' que existe...não precisava,né?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados