Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

11/06/2013

Notícias: livro "Amores Impossíveis" + Entrevista DSA com Lu Franzin

Meus alados do meu coração, nos últimos dias tenho falado bastante sobre o livro "Amores Impossíveis", uma antologia que contará com a participação de quatorze novos autores brasileiros, incluindo a mais brilhante e espetacular de todos: EU! Hehehe... brincadeira, gente, eu entrei quase que de penetra nessa, como vocês sabem bem.
O que ainda não contei é quando o livro será lançado, onde será o lançamento, qual será a capa, etc. Pois hoje falarei sobre esses pormenores e também apresentarei mais duas das outras autoras que estarão no livro, através de entrevistas. A primeira está nesta postagem, a segunda será publicada às 15:00h. Espero que vocês as leiam, pois estão fantásticas!

Notícias sobre o livro "Amores Impossíveis":

Na quinta-feira passada, recebi o release do livro "Amores Impossíveis" da Alcantis e Aped Editoras, que contará com um conto meu (como vocês já estão carecas de saber, já que acabei de escrever isso). Agora, meus corações alados, repassarei para vocês todo o conteúdo que recebi, não deixem de ler:

Amores Impossíveis
Organizadores: Bianca Carvalho e Roberto Laaf

Sinopse:

Antologia romântica que traz dezesseis contos inspirados no  relacionamento apaixonado de pessoas que  se veem diante de grande dificuldade para a concretização de  seu  amor; produzidos por novos talentos da literatura que demonstram muita personalidade nesta belíssima obra, com narrativas
que pretendem tirar o fôlego do leitor.
O livro reúne contos que abordam questões  como relacionamentos proibidos, paixão arrebatadora, destinos  cruzados, entrega incondicional, mas também traz contos que discorrem sobre as oportunidades perdidas e os desdobramentos de um amor que não pode ser correspondido.

“Não sei quanto a você, mas ficar ao seu lado, Luiza, e não poder dizer o que estou sentindo e nem ao menos tocá-la da maneira que desejo, está sendo uma tortura para mim...”

“O amor não correspondido dói, uma dor física, profunda e sufocante. Todo este sofrimento apagou boa parte da chama e o resto ela fez questão de esconder por trás de seu sorriso e da sua fala articulada. Não queria perder a amizade, mas já sabia que nunca teria novamente o amante.”

Sobre a antologia:

Amores Impossíveis reúne os contos finalistas do CLEC, concurso literário organizado pela parceria APED Editora e o selo Alcantis, que tem a audaciosa proposta de exortar novos autores à criação de contos românticos norteados pelos aspectos mais profundos no amor romântico entre duas pessoas que se veem diante da extrema dificuldade de realizar seu romance. Após duas longas fases eliminatórias foram selecionadas 16 pungentes histórias criadas pelos autores eleitos:

Alessandra Marchi Carrasco - Aline Soares - Edweine Loureiro - Fabiane Stela Finger - Francine Porfirio - Graci Rocha - Lu. Franzin - Ricardo Biazotto - Roger G. M. Laureano - Sheila Lima - Vanessa Tourinho - Vivian Albuquerque - Wellington S. O. - Wesley de Andrade

Ficha técnica:

Gênero: Contos/ Crônicas
Editora: APED Editora /Alcantis
Ano: 2013 / 1ª Edição
Nº de páginas: 172
Preço: R$ 28,00

Lançamento: 28/06/2013 - 19h30
Starbucks Coffee - Loja Via Parque
Av. Ayrton Senna, nº 3000 - 2º piso
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro, RJ

Convido a todos a comparecerem ao lançamento! Infelizmente, eu não estarei lá, mesmo assim vale a pena conhecer os autores que lá estarão, podem confiar no que eu digo!

Para conferir todos os detalhes, acesse o seguinte site:


Entrevista DSA com Lu Franzin:


Agora conheceremos mais uma das novas autoras que terá um conto nesta antologia! Estou tão feliz que eu tenha conseguido conhecer praticamente todos os autores (via internet, é claro), já disseram que na maioria dos concursos similares ao CLEC os autores mal se falam... para mim é um prazer saber que pessoas tão diferentes possam estar unidas pela paixão à escrita!
Depois das entrevistas com a Francine, o Wellington, a Fabiane, a Vanessa, o Ricardo, o Wesley e a minha louca entrevista comigo mesmo; conheceremos a Luciana Franzin. Ainda não tive muito contato com ela, não conversamos muito online, mas parece ser uma pessoa maravilhosa logo de cara (só tem gente boa nesse livro, veja só!). Não deixe de ler toda a entrevista, vale a pena ler todas as respostas, confie em mim:

Perguntas:


DSA: Antes de tudo, queria parabenizá-la por estar conosco no livro "Amores Impossíveis"! Como foi para você participar do CLEC? Escrever o conto foi uma tarefa fácil ou exigiu um certo esforço?
Lu: Muito obrigada e retribuo o parabéns igualmente! Quando soube do Clec e li sobre o tema, instantaneamente uma ideia se formou em minha mente, talvez fosse uma história que já rondava minha mente, e transpô-la para o papel me pareceu mais fácil do que qualquer outra que já tenha imaginado. Em menos de três dias já tinha o conto pronto, restando apenas alguns ajustes para a conclusão.

Comentário pessoal: ando numa curiosidade tremenda para ler os contos de todos vocês! Mal posso esperar pelo momento que terei o "Amores Impossíveis" em mãos!

DSA: Agora conte-nos o que levou você a querer ser escritora. Foi um sonho de infância ou algo mais recente?
Lu: Desde muito nova fiz uso de diários e agendas. Não conseguia ver uma folha em branco sem desejar que palavras estivessem por ela. Por muito tempo me mantive nesse processo de escrever meus sentimentos e contar pequenas histórias do meu dia-a-dia apenas para mim mesma, e com o passar do tempo percebi o grande valor dessas palavras escritas, quando a memoria não conseguia guardar tudo. Com um incentivo de uma pessoa muito querida, comecei a criar uma história a partir de minha realidade, e quem esteve com essa história em mãos elogiou-me, pedindo uma continuação.

Comentário pessoal: é, nós nunca vemos o quão boas são as coisas que escrevemos antes que uma pessoa nos fale isso. Talvez seja um dos primeiros desafios de um escritor: provar a si mesmo que é sim capaz de escrever bem.

DSA: Agora uma pergunta mais descontraída: tem alguma situação inusitada ou curiosa que você já passou que gostaria de nos contar?
Lu: Não tenho uma história a qual me lembre agora, mas tenho a “estranha” mania de ser um desastre ambulante. Já tropecei em faixa de pedestres e garanto que minha coordenação com um controle remoto ou de vídeo game, pode causar vergonha até a uma criança de 5 anos!

Comentário pessoal: quanto a ser um desastre ambulante, somos duas. Como já dizem no Face: só metade de mim é desastrada, a outra metade eu deixei cair e quebrou... Kkkkk...

DSA: Eu já declarei aqui no meu blog que sou maníaca por histórias, sejam elas quais forem. Conte para nós: de quais livros, séries e filmes você mais gosta? Se você de repente virasse um personagem fictício, em qual desses "mundos" gostaria de estar?
Lu: Gosto da fantasia, magia e do “faz de conta”. Sempre gostei, e não me dou muito bem com os livros de auto-ajuda. Quanto a filmes e séries, estou um pouco fora do assunto, buscando apenas os lançamentos baseados em livros, e as séries que me prendiam a televisão já não me encantam mais. As últimas que me interessaram foram "Vampire Diares" e "House". Eu sei, bem diferente uma da outra, mas uma chegou ao fim e a outra só pela internet, o que é um tempo que não posso me abster para assistir. Se eu pudesse viver em um mundo fictício seria num tempo histórico. Na Antiga Bretanha, ou na Londres / Inglaterra do século XV, talvez até em Winterfell ou mais próximo da Muralha, ou quem sabe caminhar sobra a Terra Média ao lado de Légolas? Perfeito!

Comentário pessoal: se você for à Terra Média não deixe de me chamar para ir junto senão vou ficar chateada... Hehehe... Se bem que eu já me contaria em passear com o intérprete do Légolas, o zenzualíssimo Orlando Bloom... mas isso não vem ao caso.
E quanto as séries, ambas estão na minha lista de favoritas. Inclusive assisto Vampire Diaries toda quarta-feira online, já estou na 3ª temporada.

DSA: Me conte uma coisa sobre você que você nunca contou no mundo virtual.
Lu: Ok. Você disse que poderia ser uma coisa boba, então lá vai: quando me sento para escrever, faço uma prece aos personagens que mais gosto para que eles me inspirem e me acompanhem em cada roçar de dedos sobre as teclas. Pode parecer bobagem, mas sempre ouço o Légolas (sim eu adoro ele!), ou a Meredhit (Em buscado Paraíso) me soprando instruções...

Comentário pessoal: se eu disser que eu ri, você vai ficar com raiva de mim? Espero que não, pois eu ri.

DSA: O que você mais gosta de fazer em seu tempo livre?
Lu: Ler, ler, escrever, e tornar a ler. (Piegas?, mas é assim pra mim!)

DSA: Se pudesse ter um superpoder, qual seria ele? Ou não quereria poder nenhum?
Lu: Ah! Eu queria o poder de controlar o tempo! Mas não para voltar ao passado ou pular até o futuro, queria poder esticar o tempo, transformar as 24 horas em 28ou 30 horas diárias.

Comentário pessoal: ótima ideia! Seria uma espécie de titã "Cronos" feminino... hehehe...

DSA: Se pudesse mudar algo na realidade brasileira, o que seria?
Lu: Sem duvidas a educação. Esse é o único instrumento capaz de causar alguma mudança em nossa realidade.

DSA: Você tem alguma meta para o ano de 2013? Ou prefere que as coisas aconteçam naturalmente?
Lu: Bom, minha meta é conseguir publicar meu primeiro original. Já tenho a história pronta e estou em processo de lapidação. Em seguida é conseguir uma editora.

Comentário pessoal: desejo toda sorte e sucesso para você! E vá se preparando, pois conseguir uma editora é uma processo que exige paciência de Jó (pode crer, eu sei como é).

DSA: Se você pudesse comprar algo bem caro para alguém, o que seria? E para quem você daria?
Lu: Ah! Uma obra de Da Vinci. Qualquer uma, qualquer coisa, e seria presenteada a mim mesma com certeza!

Comentário pessoal: primeira vez que alguém responde que daria algo para si mesmo... Kkkkk... Gostei!

E o Kiko?

Essa parte da entrevista consiste no seguinte: eu enumero algumas palavras e o entrevistado marca uma opção de acordo com o grau de importância que isso tem na sua vida.

1 - Internet:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

2 - Lutar pela preservação do meio ambiente:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

3 - Política:
( ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
( ) Sou indiferente.
( ) Não me importo.
( ) Desprezo totalmente.

4 - Esportes:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(x) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

5 - Redes Sociais:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

6 - Celular/Telefone:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(x) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

7 - Televisão:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(x) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

8 - Notícias da atualidade:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

9 - Religião/Deus:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

10 - Livros:
(x) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

Ping-Pong:

Agora vamos à um ping-pong, responda com uma palavra (ou uma frase):

Escrever é - expressar em palavras a tormenta de ideias que permeiam minha mente.
Fico irritada quando... - minhas encomendas de livros não chegam no prazo determinado.
Deus - um guia, um porto seguro.
Não vivo sem... - café e leite com chocolate.
Sucesso - uma possibilidade palpável.
Um medo - de não ser capaz de cumprir uma tarefa.
Um sonho - hoje, é ver meu livro publicado.
Essa entrevista para mim foi - um momento de reflexão.
Amores Impossíveis é - uma conquista, um presente, uma inspiração.
A Lu Franzin é - alguém que ama demais, que cuida sem reclamar, que protege com todas as forças e que é feliz com o muito ou o pouco que possui.

Muito obrigada, Lu, pela entrevista incrível! Se você leu até aqui, significa que se interessou de alguma forma pelo seu trabalho, então não deixe de visitar os links abaixo:


Espero que tenham gostado da primeira entrevista de hoje, daqui a pouco teremos a segunda entrevista do dia, não percam!

Para conferir todas as entrevistas, clique aqui

Beijinhos Alados,
2 Comentários
Comentários

2 comentários:

  1. Parabéns, Sheila, pela entrevista!!! Fiquei feliz por conhecer um pouco mais da Lu, que me pareceu muito simpática :D Adorei o que ela disse sobre o poder de "esticar" o tempo, haha. Adoraria ser capaz disso muitas vezes. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Francine: a Lu parece ser muito simpática, e isso podemos confirmar com a entrevista e com nossas papos no Facebook kkkk Não sabia que ela estava preparando seu original, então desde já fico na torcida por ela, e sabe... Aceitaria que ela me presenteasse com uma obra do Da Vinci :P

    Beijos e parabéns para vocês duas.
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados