Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

28/05/2013

Entrevista DSA com Fabiane Stela Finger

Alados amigos, vamos continuar a conhecer os outros novos autores que estarão comigo no livro "Amores Impossíveis"? Eu estou simplesmente amando conhecer cada um deles!
Eu sei que não é algo usual aqui no DSA, mas decidi fazer uma estratégia básica para poder publicar as entrevistas sem deixar o conteúdo do DSA repetitivo por muito tempo: publicarei duas entrevistas hoje (e na quinta-feira também); além dessa, teremos mais uma às 15:00h.
Por que estou fazendo isso? Porque se eu publicar as entrevistas em dias separados vai demorar demais para colocar todas no ar e meus amados leitores que preferem as postagens tradicionais acharão que o blog está ficando um porre... Hehehe...
No fim todo mundo ganha: os entrevistados não vão ter de esperar, o blog volta mais cedo ao ritmo normal, os leitores não ficarão entediados...
Chega de avisos por hora, vamos conhecer logo a primeira entrevistada de hoje?

Entrevista DSA com Fabiane Stela Finger:

Eu não sei quem fica mais ansioso: se os entrevistados para lerem suas entrevistas, ou se eu para compartilhá-las com vocês! Sério, estes novos autores estão me surpreendendo com suas respostas bem elaboradas. Para mim é um prazer estar nessa antologia com tantas pessoas maravilhosas! Acredito que todos nós somos gratos pela oportunidade que a Alcantis Editora disponibilizou para nós!
Depois das entrevistas com a Francine e o Wellington, hoje teremos uma com Fabiane Stela Finger, blogueira do "Stealing Books - Roubando Livros" que, aliás, já é um dos novos parceiros do Doce Sonho Alado.
Como sempre, recomendo que você leia a postagem até o final para conhecê-la e prestigiar um pouco do seu trabalho. Vamos começar logo com as perguntas, então?

Perguntas:


DSA: Antes de tudo, queria parabenizá-la por estar conosco no livro "Amores Impossíveis"! Como foi para você participar do CLEC? Escrever o conto foi uma tarefa fácil ou exigiu um certo esforço?
Fabiane: Obrigado Sheila! Parabéns a todos, acredito ser uma grande conquista e satisfação pessoal ter visto nossos nomes na lista dos escolhidos, pensei que meu coração “fosse explodir” no momento. Participar do CLEC me proporcionou uma grande descoberta. O CLEC me levou a descobrir uma capacidade que, até então, não acreditava ter: escrever. Não que eu não possa escrever boas resenhas, redações, etc; mas nunca imaginei ter a capacidade de escrever algo que me faria passar a fazer parte da minha própria estante de livros, a qual tenho tamanha adoração e carinho por todos os livros que lá se encontram. Escrever o meu conto, "Lembranças", não exigiu muito de mim, no momento em que li a proposta da coletânea às idéias já começaram a brotar, de um dia para outro eu já sabia o que queria escrever e como. Depois foi uma questão de organizar as idéias, reunir os pensamentos e fazer uma pequena pesquisa.

Comentário pessoal: verdade, o momento de ver o nosso nome e o nome do nosso conto na lista dos que estarão na antologia foi algo arrebatador, senti aquele friozinho na barriga; e depois um imenso alívio e satisfação ao me encontrar quase no final da lista.

DSA: Agora conte-nos o que levou você a querer ser escritora. Foi um sonho de infância ou algo mais recente?
Fabiane: Como citei anteriormente, nunca imaginei possuir a capacidade de escrever, nunca sonhei ser escritora, mas sempre amei ler. Quanto mais eu lia, mais a paixão aumentava, e digo com certeza que este é meu único vício. Toda vez que lia uma grande história, daquelas que mexem contigo, te fazem suspirar, chorar, refletir, que reforçam teus ideais; eu pensava: "Como eu gostaria de ter a mesma capacidade", porque acredito que em cada história eu também encontrava um pouco do autor naquelas páginas. Algumas pessoas me incentivavam a escrever, mas como eram todos amigos e parentes nunca levei em conta. No início do ano passado, a Editora Mor realizou um concurso literário sem fiz lucrativos, onde alguns contos seriam escolhidos para fazer parte de um ebook que poderia ser baixado gratuitamente pelo site da editora. O tema era "vidas passadas", e quando o resultado veio eu quase caí da cadeira, literalmente, hahaha. Desta forma, o primeiro conto que resolvi escrever havia sido selecionado para a coletânea. E quando veio o CLEC pensei: "Por que não?"; assim, o segundo conto que escrevi, por um milagre ou sei lá o que, foi selecionado para a coletânea de “Amores Impossíveis”. Agora me vejo impelida a cumprir uma promessa, pois jamais quebraria uma, escrever um livro. Continuo achando não ser capaz para tanto, mas como prometi para uma grande amiga, Mayumi F. Condo, que ao menos tentaria se o meu conto fosse selecionado, então é o que farei. Como podem notar, ser escritora é um desejo que está se construindo recentemente, com a ajuda do destino.

Comentário pessoal: que vício maravilhoso esse de ler, não é? Não faz mal nenhum, só trás benefícios. Agora espero que você se esforce bastante e consiga escrever seu livro, torço pelo seu sucesso!

DSA: Agora uma pergunta mais descontraída: tem alguma situação inusitada ou curiosa que você já passou que gostaria de nos contar?
Fabiane: Gente, tem algo mais inusitado ou curioso que o meu conto ter sido selecionado!?
Mas para não parecer que a minha vida é chata e sem emoção, vou contar algo que foi inusitado, ao menos para mim. Tem mais ou menos uns dois anos que entrei para a blogosfera literária, e nunca imaginei o quanto ganharia com isso. Dos ganhos, o que mais me impressiona e me alegra foram as amizades que fiz, pessoas que“conheci” e que aos poucos foram ganhando um lugar muito especial em meu coração; as quais dividimos tristezas, conquistas, alegrias... vida. Nada mais justo citá-las então: Jonas N. Martins e Mayumi F. Condo, que abriram as portas do Stealing Books para mim. Vanessa Vieira, administradora do blog News Nessa, que me apoiou e me ensinou como esse mundo funciona. Vanessa Sueroz, a tutora de Confusões em Paris e blogueira, foi à primeira parceria que havia fechado. Agda dos Santos, seguidora, me apoiou em todas as minhas resenhas iniciais e a Milla, administradora do Daily of Books, que se tornou uma amiga muito querida também.
Agora vocês devem estar se perguntando por que esta situação é inusitada, é simples de explicar. No mundo em que vivemos hoje em que quase tudo é superficial, encontrar pessoas que vivem em outros estados, de outras culturas, mas que compartilham a mesma paixão e desta paixão percebemos que temos mais em comum do que muitos que estão ao nosso lado, ao esticar de um braço, certamente foi algo inusitado e que jamais esperei.

Comentário pessoal: ah, essa é uma das delícias da blogosfera! Quem acompanha o DSA a mais tempo sabe da minha amizade com a Jane e com tantas outras que eu não citarei pois sei que vou acabar esquecendo alguém... Hehehe...
Conhecer tantas pessoas que nós jamais conheceríamos no mundo real é algo que nos engrandece. E não pense que não dá para descobrir quais pessoas estão sendo honestas no mundo virtual... ah, dá pra saber sim!

DSA:  Eu já declarei aqui no meu blog que sou maníaca por histórias, sejam elas quais forem. Conte para nós: de quais livros, séries e filmes você mais gosta? Se você de repente virasse um personagem fictício, em qual desses "mundos" gostaria de estar?
Fabiane: Nossa, a lista de livros é grande! Vamos lá então!
Livros e séries: A menina que roubava livros, IAN, Fallen, Fallen Angels, Lázarus, Diários de um vampiro, a saga Crepúsculo, Senhores do Mundo Subterrâneo, Hush Hush, série O Beijo Escarlate, A Matilha Brac, A Matilha de Zeus e por aí vai.
Filmes: Olga, A vida é bela, O Pianista, Amanhecer parte II, Austrália, só consigo recordar esses agora.
Sem pestanejar eu viveria no mundo fantástico, onde eu gostaria de ser uma companheira, uma vampira ou um metamorfo; capaz de se transformar em um lobo, onça ou pantera. Acho que assim eu me encaixaria em qualquer um dos meus livros preferidos *-*.

Comentário pessoal: Kkkkk... Boa resposta! No fim das contas, acho que o mundo da fantasia é um lugar que não tem fronteiras... sem contar que escolher só um é tão difícil, não é?

DSA: Conte-me uma coisa sobre você que você nunca contou no mundo virtual.
Fabiane: Adoro ler literatura hot homoafetiva.

DSA: O que você mais gosta de fazer em seu tempo livre?
Fabiane: Ler, escutar música, estar com a minha família e sonhar acordada.

Comentário pessoal: creio que todo escritor é um pouco sonhador... pode ser que não perceba de imediato, mas lá no fundo é um sonhador incorrigível.

DSA: E quanto ao seu blog, por que você decidiu entrar para a blogosfera? O que acha deste mundo de diários virtuais?
Fabiane: Decidi entrar para blogosfera por amar ler e querer compartilhar minhas impressões com outras pessoas que me entenderiam, é difícil encontrar pessoas que amem ler tanto quanto eu por aqui. Às vezes ele se torna cansativo e opressivo, mas poder dividir com outras pessoas este amor pela literatura é o que faz tudo valer a pena.

Comentário pessoal: eu sei bem que ter um blog é algo que precisa de certa dose de sacrifício. Mas se a pessoa souber fazer o blog do jeito certo (e se tiver a mente no lugar certo), certamente colherá bons frutos.

DSA: Se pudesse mudar algo na realidade brasileira, o que seria?
Fabiane: Segundo pesquisas, os brasileiros lêem muito pouco, não tem esse habito, e isso é algo que eu gostaria de mudar porque acredito que uma boa história pode mudar uma vida.

Comentário pessoal: pois é, infelizmente isso é uma questão que mexe com a Educação, área que anda extremamente dilapidada (o que é uma lástima, pois todos os outros problemas seriam resolvidos (ou ao menos amenizados) com um bom investimento na Educação.

DSA: Você tem alguma meta para o ano de 2013? Ou prefere que as coisas aconteçam naturalmente?
Fabiane: Prefiro que as coisas aconteçam naturalmente, deixando que o destino tome conta, porque mais de uma vez ele provou ser mais sábio que eu e me levou por caminhos que jamais esperei percorrer e me deu coisas que nunca esperei ter.

DSA: Tem algum lugar do mundo que você sonha visitar? Por que você o visitaria?
Fabiane: Sim, Stonehenge, porque foi um lugar onde o real tornou-se lenda e a lenda tornou-se mito. Ou seria o contrário?

Comentário pessoal: #Mistério... Torço para que um dia você consiga ir!

E o Kiko?

Essa parte da entrevista consiste no seguinte: eu enumero algumas palavras e o entrevistado marca uma opção de acordo com o grau de importância que isso tem na sua vida.

1 - Internet:
(x) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

2 - Lutar pela preservação do meio ambiente:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

3 - Política:
(  ) Não vivo sem.
(  ) Me importo.
(x) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

4 - Esportes:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

5 - Redes Sociais:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

6 - Celular/Telefone:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

7 - Televisão:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

8 - Notícias da atualidade:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

9 - Religião/Deus:
(  ) Não vivo sem.
(x) Me importo.
(  ) Sou indiferente.
(  ) Não me importo.
(  ) Desprezo totalmente.

10 - Livros:
(x) Não vivo sem.
( ) Me importo.
( ) Sou indiferente.
( ) Não me importo.
( ) Desprezo totalmente.

Ping-Pong:

Agora vamos à um ping-pong, responda com uma palavra (ou uma frase):

Escrever é - doar e compartilhar o que sou, o que desejo e no que acredito.
Amor - tem poder de despertar todos os outros sentimentos, fazem a roda da minha vida girar.
Família - é o que me faz levantar todos os dias e enfrentar a vida de frente não importando o quão difícil possa ser.
Se eu pudesse... - viveria em uma das minhas histórias preferidas e escolheria o meu “felizes para sempre”.
Sucesso - é o que todos buscam, mas apenas os sábios encontram.
Um medo - morrer e não viver tudo o que gostaria.
Um sonho - viver plenamente.
Essa entrevista para mim foi - uma honra e um privilégio.
Amores Impossíveis é - uma grande e inesperada conquista.
A Fabiane é - tudo o que amo.

Muito obrigada, Fabiane, pela entrevista incrível! Se você leu até aqui, significa que se interessou de alguma forma pelo seu trabalho, então não deixe de visitar o blog "Stealing Books - Roubando Livros":


Espero que tenham gostado da primeira entrevista de hoje, daqui a pouco conheceremos mais uma das autoras que estarão no "Amores Impossíveis"!!!

Para conferir todas as entrevistas, clique aqui.

Beijinhos Alados,
6 Comentários
Comentários

6 comentários:

  1. PARABÉEEEEEENS FABI!
    Me senti honrado de ter sido citado da entrevista, saiba que você é minha única amizade virtual que valeu a pena!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Que lindo ^^
    Fabi, te adoro e Doce Sonho Alado, adorei o blog..


    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/
    Beijo Mila

    ResponderExcluir
  3. Ah, a Fabiane é uma fofa! *u* Que honra estar compartilhando com ela essa alegria de ter um conto nesta antologia. Adorei a entrevista! E depois percebi... Já acompanhava o blog literário dela! :D Parabéns e muito sucesso, Fabiane! Parabéns pela entrevista, Sheila!

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    não conhecia o blog, mas quando a Fabi falou que tinha dado uma entrevista vim correndo ver!!
    Parabéns pela entrevista para as duas. Fabi, vc é maravilhosa e merece entrar nesse louca de ser escritora. Parabéns novamente pelo livro, espero muito outros venham por ai!!

    Você sabe que sempre que precisar estaremos aqui para te ajudar, as vezes os amigos virtuais ajudam mais que os que vemos todos os dias.

    Bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Suas entrevistas estão bacanas demais, por isso espero que você entreviste todos os autores da antologia :D É legal conhecer os companheiros.
    Ainda não conhecia a Fabiane, mas já estou curioso em ler a história que despertou esse sonho tão recente.

    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  6. Fabi sua linda, amei sua entrevista.
    Você é uma super amiga, me deu o maior apoio quando passei a resenhar também.
    Nunca vou esquecer do carinho que teve comigo. Adoro você, é uma menina incrível e super talentosa. Só sinto falta do tempo em que a gente conseguia passar um bom tempo batendo papo.
    Beijos e parabéns pela entrevista.

    @Agda01

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados