Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

26/04/2013

Gêneros Literários

Tem gente que vê a palavra "romance" e pensa logo que tem a ver com amor, beijos, "te amo tanto que até doi", etc. Ou então pensa que "novela" é aquilo que fica passando quase o dia inteiro na Rede Globo. Eu digo que nem sempre, meus caros. Muitas vezes a pessoa está se referindo aos "Gêneros Literários", que é o que explicarei hoje.

Gêneros Literários:

O livro que estou usando como fonte explica que a primeira divisão de gêneros foi feita por Aristóteles, na Grécia Antiga, em sua Arte Poética. Nas palavras do filósofo, podemos discernir três grandes gêneros de manifestação literária: o lírico, o dramático e o épico, sendo que cada um é ligado à determinadas formas de expressão do seu humano.

"Gênero é a maneira pela qual os conteúdos literários organizam-se em uma forma, por apresentarem características estruturais semelhantes".

Gênero Lírico:

O nome lírico vem de "lira", um dos instrumentos que acompanhavam a apresentações dos poetas na Grécia Antiga. Esse gênero está mais ligado ao mundo interior das pessoas, á esfera das emoções, dos sentimentos, dos estados de espírito.
Dentre as formas poéticas, podemos ressaltar as seguintes:
  • Elegia: poema originário na Grécia Antiga que retratava acontecimentos tristes, na maioria das vezes ligado a morte de um ente querido ou de uma pessoa importante... Sinistro, não?
  • Écloga: poema que retrata a vida dos pastores, em um ambiente campestre.
  • Ode: também advindo da Grécia antiga, esse tipo de poema é caracterizado pela exaltação dos valores nobres, usando-se um tom de louvação.
  • Soneto: nada mais é do que um poema de quatorze versos, organizados em duas estrofes de quatro versos (quartetos) e duas estrofes de três versos (tercetos). Surgiu no século XIII, Itália.


Gênero Dramático:

Compreende-se que façam parte desse gênero os textos que nasceram para ser representados. Até mesmo o termo drama, em grego, refere-se à ação. Para que haja um texto dramático, é necessário que ele esteja numa estrutura que possibilite de ser apresentado em público, com atores, cenários, atos, etc.
Aristóteles identificou dois tipos de textos dramáticos:
  • Tragédia: é focada nas paixões e nos vícios humanos. Os temas eram apresentados por personagens nobres, geralmente os conflitos eram sobre questões de honra e poder.
  • Comédia: é sobre pessoas comuns, e representa seus fatos corriqueiros, como forma de criticar os costumes por meio do riso.

Só que, durante a Idade Média, destacaram-se outras modalidaeds dramáticas, como por exemplo:
  • Auto: peça curta, geralmente com temas religiosos. Os personagens normalmente são entidades abstratas, como a bondade, o orgulho, o pecado, etc. O conteúdo dessas peças costuma ser simbélico e, muitas vezes, moralizante.
  • Farsa: pequena peça, com cenas que retratam situações ridículas ou grotescas. Seu objetivo era de criticar os costumes por meio da ridicularização.

Gênero Épico:

E, finalmente, chegamos ao épico. Na Grécia Antiga (puxa, tudo acontece na Grácia Antiga, né? Hehehe) os poemas épicos relatavam os feitos de personagens heróicas, sendo que eles cumprem a função de simbolizar os sentimentos, virtudes e valores coletivos.
A narrativa é uma variante do épico. Ela é aquele tipo de história em que um narrador conta uma história, com personagens que se praticam determinadas ações num certo espaço e durante um tempo estabelecido.
De acordo com sua estrutura, podemos classificar as narrativas em:
  • Romance: é o relato de um acontecimento ficcional. Ele podeter vários personagens, apresentar diversos temas, e, dependendo do tema, pode ser policial, psicológico, histórico, regionalista, etc. Dizem que uma das características que diferencia o romance de uma novela é que  primeiro sempre tem um começo, um meio e um fim determinados (mesmo que o fim só surja ao término uma série de livros); já a novela não tem final definido, pode-se continuar com novas narrações o quanto se desejar.
  • Novela: é menos complexa que o romance, nela valoriza-se a ação. Sua estrutura é composta por vários conflitos sucessivamente desenvolvidos.
  • Conto: narrativa curta e mais simples do que o romance e a novela. Na maioria das vezes tem poucas personagens e apenas um conflito.
  • Fábula: é uma narratuva simples, curta e com tema pedagógico. Normalmente são utilizados animais para apresentar um ensinamento moral ou ético. Ela pode ser chamada de apólogo no caso de ter personagens que são objetos inanimados.

Fonte: ABAURRE, Maria Luiza; PONTARRA, Marcela Nogueira; FADEL, Tatiana. Português – Língua, Literatura, Produção de texto.
São Paulo: Editora Moderna, 2006

Espero que vocês tenham gostado da postagem de hoje, e que ela seja útil!!!

Beijinhos Alados,
6 Comentários
Comentários

6 comentários:

  1. Oi Sheila! Adorei a mudança aqui do blog, parabens pelo livro, e desculpa não ter vindo aqui mais
    vezes, estou sem tempo.

    Gostaria sim de continuar sendo sua parceira, e se não for problema, vou te colocar na minha página de parceiros, mudando o endereço e tudo ^^

    ResponderExcluir
  2. Olá flor! Quero continuar a parceria sim. Já coloquei seu banner lá no meu blog.

    Bjus e não desanima não tá, já já o blog volta ao seu ritmo normal!

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua nova assinatura... Já vou mudar os banners e os links do seu blog sim ok? Bjus flor :)

    ResponderExcluir
  4. Uma boa aula, Sheila!

    =)

    P.S: Quero sim manter a parceria, já estou levando o banner.

    Serio que se colocarmos o endereço do blog nos coments, o blogger interpreta como span e pode excluir o blog?

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  5. Oi moça... Claro que gostaria de continuar a parceria...
    Estive um pouco ausente por questões pessoais.. e já estou atualizando tudo... Adorei as novidades e já estou trocando o Link lá no meu Blog bjs

    ResponderExcluir
  6. Falando em gênero literário, já dá pra contar o gênero do seu livro? Se vc já comentou, desculpa perguntar de novo...é que minha cabeça anda dando uns deletes :(

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados