Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

21/09/2012

Papo DSM IV - Sou brasileira(o) e amo isso!!! + Próximo tema!!!

Hoje é dia de saber a opinião de nossas leitoras sobre o assunto do "Papo DSM" da semana que é "Sou brasileira(o) e amo isso!!!". Dessa vez consegui algumas opiniões bem legais e uma "opiniãozona" da Pri, que vai ser difícil de superar... Hehehe... Estou amando esse quadro, tenho vontade de fazê-lo todo dia, mas isso seria impossível... Espero que vocês estejam amando também, pois vou continuar toda sexta com um assunto novo.
Quero ver todo mundo opinando no assunto de hoje, que vou colocar no final da postagem!!! Peço que todos aproveitem para participar, mesmo que com uma opinião mais simples.
É importante ressaltar que só aceito opiniões a partir de agora do tema NOVO, ok???

Papo DSM IV - Sou brasileira(o) e amo isso!!!:

Não sei se alguém já teve a curiosidade de pesquisar "brazilian" na busca de imagens do Google. Eu pesquisei e fiquei pasma ao ver que 80% das imagens que vieram (se não mais) foram de mulheres com pouca roupa, como se o Brasil só servisse como destino para aqueles que querem "oba, oba" (isso falando de um jeito delicado). Foi isso que me revoltou e me deu a ideia de fazer esse tema no "Papo DSM". Os estrangeiros não veem o Brasil do jeito que ele merece ser visto, e isso é em parte culpa dos próprios brasileiros que pouco contribuem para mudar essa visão.
Preparem-se para embarcar nessa postagem incrível e não deixem de ler até o final, heim!!!

Minha Opinião:

Mimimimimi:

Desde que nascemos, somos inseridos numa cultura que valoriza o internacional #Fato. E assim que aprendemos a falar, também aprendemos a reclamar do Brasil. É incrível como poucos são os que conseguem enxergar as muitas qualidades que temos, parece que praticamente todos encaram o Brasil como um "copo meio vazio".
Na minha opinião, o Brasil é um "copo completamente cheio", só que metade com água e metade com ar. Já sei, não entendeu o que eu disse, não é? Bom, os pessimistas vão dizer que o Brasil é um país cheio de injustiça, corrupção, impunidade. Os otimistas vão descrevê-lo como um lugar maravilhoso, paradizíaco, acolhedor. Para mim é uma tremenda burrice falar do Brasil sem mostrar os "dois lados da moeda".
Podemos ser um povo maravilhoso, mas também muito murmurador. Quando leio na Bíblia sobre os hebreus no deserto, fico imaginando se eles não são a prefiguração do povo brasileiro. Em todas as rodas de conversas você pode coletar as mais diversas críticas ao governo, à falta de zelo com a educação, com a saúde. Mas pergunte para cada um deles o que já fizeram para mudar essa realidade... Acredito que uma sinfonia de grilos resume bem o que aconteceria.
Antes de reclamar, o povo deveria ter consciência ao votar. Pense só em como as pessoas votam: 50% votam no candidato que vai garantir seu emprego, 10% votam de sacanagem num candidato bem canjica, 10% digitam o primeiro número que vem na cabeça, 10% pegam o número do primeiro panfleto que recebem, 10% votam num famoso, 9% votam em branco e 1% pensa bem antes de votar. Se não é exatamente assim, é bem aproximado.
Eu tenho na minha cabeça que o melhor a fazer seria se todos se mobilizassem a votar nulo. Quando se tem mais de 50% de votos nulos, isso significa que o povo não aprova nenhum candidato da eleição e o que se faz é trocar todos os candidatos por novos e faz-se uma nova eleição. É isso que deveria ser feito ao menos uma vez.
Muitos reclamam da impunidade e das leis injustas da constituição. Mas quem faz as leis? Os políticos. Quem os elege? O povo. E o que o povo faz? Continua levando ao poder as maiores atrocidades...
Fico feliz quando vejo manifestações inteligentes acontecerem. Quando digo manifestação, não me refiro às pessoas que depedram edifícios públicos, incendiam ônibus ou fazem qualquer outro tipo de violência para chamar atenção. Falo daquelas que atingem o lado intelectual, que são bem planejadas, que fazem aqueles que a veem refletir sobre a realidade do Brasil. É comprovadamente forte o poder que a internet tem tido para difundir ideias. E o que os brasileiros difundem? As maiores besteiras que se podem imaginar!!! Poucos são o que usam as redes sociais para compartilhar algo útil para todos nós, realmente uma pena.

Os "Brasucas":

E olha que nós temos criatividade suficiente para chamar a atenção de todos para uma causa nobre. Essa é a primeira característica que admiro nos brasileiros: a CRIATIVIDADE. Um brasileiro nunca se contenta com o trivial, sempre tem uma carta na manga para ir além do óbvio.
Depois disso, vem o famoso slogam: "Sou brasileiro e não desisto nunca". Só quem é brasileiro que sabe o que é a PERSISTÊNCIA de verdade. Podemos estar no fundo do poço, mas não desistimos de arranjar uma maneira de subir nem que seja na marra.
E é nesse ponto que encontro uma característica contraditória: todo brasuca tem sua dose de MALANDRAGEM. Eita povo trambiqueiro, heim! Eu não posso dizer nada sobre isso, pois sei que tenho um pouco disso também. Se por um lado isso pode ser considerado esperteza, também beita o ilegal e pode trazer muitos prejuízos.
E isso também afeta os turistas que chegam aqui. Pois, mesmo sendo um povo extremamente ACOLHEDOR a maioria de nós tende a tentar tirar vantagem daqueles que vem de fora. Eu acho uma "p*** falta de sacanagem"!!!
Não podemos esquecer do nosso HUMOR natural. O brasileiro pode estar cercado dos mais variados problemas, mas sempre encontra um motivo para rir... Gosto disso, vejo que somos um povo feliz mesmo diante das adversidades.
Já disse no início que somos MURMURADORES. Mas não vou repetir o que já disse para não ser redundante.
Tem uma coisa que poucos falam mas que é uma característica própria da camada mais humilde da sociedade brasileira que é a HONESTIDADE. O problema é que os mais ricos e os políticos mancham nossa reputação, mas a verdade é que dá pra achar sim muita gente honesta por aqui.
E termino de falar do nosso povo com nossa característica mais nobre que é a FÉ. Preciso explicar essa??? Acho que não...

Os "Gringos":

Comecei essa postagem falando sobre a visão dos estrangeiros aqui do Brasil. Primeiro, eu fico "p. da vida" quando escrevem "Brazil".
O povo de fora considera aqui como um país de libertinagem, de pouca preocupação com as leis, de violência, de total descaso. Mas principalmente de libertinagem.
Me desculpe o linguajar mais bruto, mas sinceramente, os estrangeiros enxergam muitas bundas, seios e corpos nus quando imaginam o Brasil, é a mais pura verdade.
Nunca vi nenhum gringo definir o Brasil como um lugar de gente lutadora, de guerreiros, como o somos. Geralmente eles preferem resumirnos com as palavras "Samba", "Futebol" e "Caipirinha".
Mas uma coisa eu tenho que admitir: os brasileiros tem certa vantagem quando viajam para fora. As pessoas sempre amolecem um pouco quando conhecem um brasileiro. E brasileiro que é brasileiro se aproveita disso, e quando se espalha, não tem quem junte.
Me lembro nesse ponto num dia que estava no Busuu e fui corrigir o dever de um gringo que estava aprendendo português. Ele contava que decidiu aprender nossa língua pois tinha recebido uma brasileira por intercâmbio e que não imaginava que ela se tornaria praticamente um membro da família, então eles decidiram vir visitá-la e queriam aprender o português o mais possível. Agora me diz, a gente se espalha ou não se espalha?

País do Futebol? Véi, na boa...

Uma coisa que me irrita profundamente é esse papo de "país do futebol". O Brasil se acotumou a ganhar copas do mundo e acha que toda vez que perde é necessário fazer um verdadeiro ADP. Sempre que a seleção não ganha, os torcedores se acham no direito de xingar o técnico, os jogadores (e as mães deles também) e agridem-os como se nossa honra dependesse do futebol.
O Brasil não ganhou a Copa? E daí??? Precisa sair arrancando a decoração das ruas (que aliás só é feita nas Copas) como vândalos???
O Brasil é muito mais do que futebol, e está na hora de enxergarmos isso e mostrar ao mundo que sim, o Brasil tem muito mais do que isso.

Hipocrisia:

Antes de acabar minha opinião, preciso esclarecer que o fato de eu estar dizendo tudo isso e gostar de música internacional e de alguns autores estrangeiros não é hipocisia, mas sim questão de gosto mesmo.
O fato de todas as músicas que posto aqui virem de fora é que eu simplesmente não consigo compartilhar as músicas brasileiras. Tem muitas que eu gosto, mas acho redundante publicar aquilo que todo mundo já conhece, visto que as que eu gosto são bem famosas.
E quanto à literatura, amo ler os livros nacionais tanto quanto os estrangeiros. Não tenho um pingo de preconceito quanto a isso, tanto que vocês já viram muitos livros nacionais sendo postados aqui.
Pra mim, hipócrita mesmo é aquele que se diz brasileiro mas não faz nada para minimizar nossos defeitos. O Brasil nunca será um país perfeito, visto que nenhuma nação o é. Está na hora de todos perceberem que nós temos todos esses defeitos pois precisamos ter algum, ora bolas!!!

Opinião dos Leitores:

Kaliany - 11 anos
Blog: Magicamente Inexplicável

"O Brasil, na verdade eu não gosto. Tenho orgulho de ser gaúcha, mas não tenho muito orgulho de ser brasileira. Começando, o Brasil está lá em baixo no ranque da educação e da saúde. Mas, por outro lado, nós não vivemos em guerra como o Iraque, Turquia,etc. Não vivemos com fome como na Somália, que é lá na África, o Brasil é um país que tem um pouco de paz, que nem aqui na cidade que eu moro, não tem futuro, pois aqui é para quem quer paz, quem é aposentando, ainda mais que nem sabe aonde fica Cerrito. Mas o Brasil é um país bom, se forem me perguntar que nota dou, dou 8. Para quem gosta de sair, passear, tem muitas coisas por aí.
Então essa é minha opinião sobre o nosso país".


PP - ? anos
Blog: .: CUPCAKE COLORIDO :.



"Pra falar a verdade tenho muito orgulho de ser brasileira e sinto honra quando canto o hino. muitas pessoas não tem respeito pelo Brasil e acham que ele é um país cheio de corrupção e violência, mas às vezes acabam se esquecendo das coisas boas e privilégios que temos (como poder seguir qualquer religião, as nossas culturas...) . Acho que os estrangeiros pensam que somos um povo alegre e cheio de caracteristicas, mas acho que eles pensam que somos um povo violento até demais. Eu odeio as pessoas que odeiam o Brasil e suas culturas sendo que vão nas festas juninas e no carnaval... As pessoas não amam o Brasil, não cuidam dele! A gente tem que ter mais compaixão por esse pais cheio de riquezas naturais!!! pronto, desabafei. X3"

Marina - 16 anos
Blog: Ler, imaginar e criar

"Quando eu era mais nova, eu não gostava nem um pouco do nosso país. Não tinha motivo nenhum, é uma coisa que a gente acaba "pegando" dos outros. Com o tempo eu comecei a pensar por mim mesma e vi que "o diabo não é tão feio quanto pintam". O Brasil não é tão ruim assim. Tem algumas coisas que são péssimas, como o futebol ser mais valorizado que a educação. O tráfico de drogas e as condições péssimas de moradia nas favelas. Mas também tem seu lado bom, aqui nós podemos expressar nossa opinião sem ter medo, cada um pode ter sua própria religião. As mulheres não tem que ficar cobrindo o rosto como naqueles países árabes. Somos livres, escolhemos as pessoas para governar por voto, e o nosso sistema de votação é muito mais seguro que o de muitos países. Um dia depois de uma eleição (ou até menos) já sabemos quem foi que ganhou, quantos votos, etc.
Bom, acho que a visão do Brasil no estrangeiro ainda é muito preconceituosa, quem nunca viu aquele episodio dos Simpsons onde eles vem pra cá? Tá certo que o desenho debocha de tudo mesmo, mas parte do que aparece é o que eles realmente pensam. Carnaval o ano todo, futebol em todos os lugares, todo mundo dançando samba e rindo. E aquele filme "Turistas"? Nunca vi ele todo, mas dizem que fala muito mal do Brasil.
Esse anti-patriotismo, geralmente não vem da própria pessoa, geralmente se aprende isso desde criança, ouvindo os outros falarem. O problema é que ninguém tenta mudar isso, quando começa a cantar o hino em algum lugar, as pessoas debocham do hino. Isso pra mim não é só falta de respeito como falta de consideração com o país. Poxa, o Brasil é legal, não é um país 100% bom nem um país 100% ruim, tem muita coisa pra melhorar, mas qual país não tem?
Sou brasileira e amo isso"!!


Caroline Assis - 17 anos
Blog: -Sonhos Perdidos


"Esse assunto às vezes me deixa mega triste pois hoje em dia o Brasil é desvalorizado sim! Tudo que vem dos Estados Unidos ou da Europa é melhor do que o que vem "Made in Brazil"! As músicas, a moda, os autores de livros etc. Mas isso não é errado pois se você for ver o que está passando na mídia brasileira você quer tacar um coco no povo... São musicas sem sentindo, falando de coisa fúteis (nem irei citar o funk). Idolatram mais o futebol do que os autores de livros e ainda elegem mal seus candidatos para governar o pais! Mas mesmo assim eu amo o Brasil. Não sei... acho que nasceu comigo, gosto muito do que é feito aqui no meu pais. Prefiro a musica brasileira (rock, rap) gosto dos autores brasileiros... E acho que por mais que as coisas em outro pais seja tudo de bom, não podemos esquecer de valorizar o nossa terra, pois tem muitos irmãos brasileiros que fazem coisas boas para o nosso pais. Ainda há esperança"!

Pricila - 23 anos
Blog:  Metamorfose Paralela

"Antes de tudo vou dizer que fiz um post sobre isso, bem pequeno dentro de um outro no dia 07 de Setembro só para aproveitar o momento mesmo, se quiser conferir tá aqui o link: http://www.metamorfoseparalela.com.br/2012/09/li-por-ai-brasil.html.
Eu poderia repetir as mesmas palavras, mas tenho um milhão de coisas para falar sobre o Brasil e ser brasileiro, então deixo de lado o que já disse antes e começo aqui um novo discurso! 
É bem difícil falar de Brasil, e ir logo criticando, quando muitas vezes não saímos nem do estado em que moramos! Eu nasci filha de caminhoneiro, e isso me fez conhecer o Brasil antes mesmo de saber escrever, e agora depois de grande sempre que posso vou a outros estados conhecer... Não é só uma questão de ter orgulho, de ser patriota, só é preciso olhar o mundo ao nosso redor, e nem precisamos ir a outro continente aqui ao lado Bolívia, Paraguai, Venezuela, Colômbia e outras tantas tem péssimas condições de se viver vai tentar ser feliz lá, que quero ver, e a gente aqui reclamando dos médicos... dos postos de saúde que mal ou bem nós temos!!! Das escolas, das faculdades em greve, da falta disso, da falta daquilo, tudo falta no Brasil, dinheiro, educação, saúde, dignidade, igualdade... Alguém já se perguntou o porque????
Ah sim a resposta logo vem!! 
"- É culpa dos políticos corruptos e ladrões!!!" 
E eu pergunto quem foi que elegeu esses infelizes para mandar no país??? 
Sim a culpa é nossa, povo brasileiro cheio de moral na hora de criticar o que não é feito mas que quando tem a oportunidade de mudar faz o que mesmo??? Vota naquele que deu gasolina de graça para você usar seu banner no carro, ou no que deu terra para aterrar seu terreno, naquele que desde antes de assumir já estava COMPRANDO ilegalmente pessoas. 
Não dá para ter orgulho de um povo assim, que não move um dedo e só basta isso para fazer um país melhor! 
Eu tenho orgulho de saber que em nosso país não tem guerra, onde os soldados se despedem de suas famílias sem saber se vão voltar, mas fico triste em saber que  existem lugares aqui, bem ao lado de cada um de nós em que homens e mulheres se despedem todos os dias de seus filhos sem saber se vão se ver no fim da noite.
Eu tenho orgulho por que aqui não temos furacões nível 5, não temos vulcões, não temos tsunamis, mas não esqueço que temos deslisamentos, secas, que as enchentes ainda são um problema!! E dentro disso tenho orgulho de ver, que nas dificuldades todos os brasileiros se unem para ajudar uns aos outros enviando tudo o que podem para quem precisa.
Eu tenho orgulho de um país caloroso que recebe todos de braços abertos, um país de diversidades de mil culturas cada uma única, sou gaucha, conheci bem minhas tradições mas vivo no Paraná e também conheço as daqui, adoro Santa Catarina e seu jeitinho cantadinho de falar, o paulista com sotaque Tipo assim, o carioca com seus S's puxados, os baianos com fala sem pressa, mineiros com aquelas comidinhas que todos adoramos, e esse jeito de cortar as palavras pelo meio, o amazonas com suas festas vermelha e azul.... e tantos outros lugares do Brasil que nos enchem de orgulho... 
Mas não posso esquecer que esse orgulho se estilhaça quando um negro é atacado na rua por ser negro, ou um homossexual é assassinado, um "crente" é julgado por sua religião, acho que somos um dos países com a maior miscigenação do mundo, é inadmissível preconceito aqui! 
E meu orgulho de ser brasileira se perde totalmente quando se fala de Brasil no exterior, com tantas coisas lindas para mostrarmos, o Brasil só mostra o lado ruim! 
O que tem de tão lindo para se ver no tráfico nas favelas, Desculpa "comunidades" perdoem-me se alguém vive nesse ambiente, mas não acho que seja a realidade brasileira, é sim parte do nosso mundo, mas não é disso que somos feitos, não é do BOPE invadindo o morro, nem das belas negras requebrando nuas na avenida, durante o ano todo as escolas de samba se preparam estudam o tema de seus samba-enredos, equipes mais equipes trabalham para que fantasias carros alegóricos  e bateria estejam impecáveis, e o que o "gringo" vê??? Corpos nus balançando na avenida! 
Fora daqui o Brasil se resume em Rio de Janeiro, Samba, Carnaval, favelas, e tráfico. Ninguém trabalha, não sofre, o dinheiro é fácil e não existe lei! 
Simplesmente não tem como se orgulhar dessa visão de Brasil, nem desse povo que aceita esse rótulo!  
Que saudades digo aqui, do tempo que não era nascida! Onde todos eram um, em busca de um Brasil melhor! Desse tempo eu teria orgulho de sair as ruas e apanhar se preciso fosse, dar meu sangue pelo meu país. 
Mas hoje... não se pode dizer o mesmo! Acho que é isso desculpe a extensão!"

Nota de Rodapé: Alguém segure essa mulher!!! Hehehe.

Próximo tema:

Agora vamos saber qual é o assunto que nós vamos discutir de  hoje até sexta-feira que vem. Antes de apresentar o tema, vou lembrar a vocês o que é o "Papo DSM" e como você participará dele. Clique em "Leia Mais" para saber.
O "Papo DSM" nada mais é do que divulgar a opinião de quem passa por aqui sobre determinado assunto. Hoje irei um tema e vocês terão até quinta-feira que vem para preparar suas respostas e deixar num comentário. Semana que vem eu publicarei todas, com seus nomes e idades e apresentarei o segundo tema. Simples, não?
A minha opinião pessoal vocês só verão semana que vem, para que ninguém se sinta influenciado por ela.

Como participar?

Deixe aqui nesta postagem um comentário contendo os seguintes dados:
Seu nome:
Sua Idade:
Opinião:
Caso você comente com seu perfil do Blogger, pegarei a imagem de seu perfil para ilustrar a opinião. Se não quiser que eu não coloque a foto do perfil, é só avisar no comentário ou comentar por Nome/URL.
Se preferir (ou se sua opinião estiver muito extensa) mande sua opinião por e-mail, pelo nosso formulário de Contato. Mas deixe aqui um comentário avisando que mandou o e-mail (para que depois eu possa pegar seu avatar e o endereço do seu blog.
Só é permitida uma opinião por pessoa.
Não postarei nenhuma opinião preconceituosa, pornográfica ou que desrespeite pessoas ou entidades. Quaisquer críticas deverão ser feitas com cuidado, sem agredir nada e ninguém.

Papo DSM V - Amizade Virtual

Já falei sobre isso em alguns posts, mas agora eu quero ouvir sua opinião pessoal sobre esse novo tipo de amizade que surgiu na era virtual.
O que você acha dos amigos virtuais? Tem ou já teve algum amigo assim? Quais são os pontos positivos e negativos desse tipo de amizade? Acha que se dois amigos que se conhecem só pela net se encontrarem na vida real a amizade pode enfraquecer? Tem algum amigo real que depois virou virtual ou vice-versa? Comente o que você quiser, com toda a sinceridade. É importante que vocês se expressem o máximo que conseguirem.

Como eu disse, semana que vem postarei todos os comentários junto com a minha opinião pessoal (postem apenas sobre Amizade Virtual, o outro papo está encerrado!!!). Não perca tempo, participe!!!

Veja também:
Papo DSM I - As gigantes da TV aberta
Papo DSM II - Cyberbulling (Facebullying)
Papo DSM III - Sou/fui fã de...

Mil Sweetkisses,
9 Comentários
Comentários

9 comentários:

  1. Primeira mente Sheilinha desculpe não participar do outro tema hehe, deu fail aqui ^^" Agora sim.




    Eu nunca fui de ficar muito tempo no pc... Até criar contas em umas trocentas redes sociais. Dentro de cada uma delas eu fui conhecendo pessoas. Algumas meio arrogantes e tal mas a grande maioria, pelo menos para mim, foi super gentil. Tenho muitos amigos virtuais e as vezes eles até me entendem melhor do que os da realidade. Por que isso acontece? Bem, por que quando você vai conhecer uma pessoa você procura saber seus gostos, se concordam e/ou discordam em algo e se ambas tem algo em comum, a maioria das pessoas as vezes quer ter um amigo virtual para desabafar, algo que com os amigos de verdade pode não dar muito certo. Quando se percebe que as duas pessoas já se conhecem bastante começam a falar mais um pouco dos segredos, de suas vidas e um pouco mais. Normalmente se adicionam como amigos em vários outros meios de comunicação via internet como o Facebook, MSN entre outros. Se eu tenho amigos virtuais?? Eu diria que meus amigos são virtuais XD é que as pessoas que conheço na real não tem tanta afinidade com a gente, as vezes pode ter, mas considero mais como colegas ao invés de amigos. Eu tenho até mais amigos virtuais do que colegas na vida real. A amizade virtual possui seus dois lados, um negativo pois você esta conversando com um desconhecido e pode chegar a ser meio perigoso (principalmente aos olhos de nossas mães que, segundo elas, nossos amigos virtuais são pedófilos, assassinos e psicopatas com um plano para nos sequestrar e nos passar dessa para a melhor...), mas também tem sus lado positivo como por exemplo: conhecer uma pessoa que talvez possa se tornar muito importante em sua vida, conhecer pessoas com seus gostos aumentando seu animo, alem de ser muito divertido ter um amigo virtual com o qual se pode compartilhar varias coisas =D
    Eu não acho que se dois ou mais pessoas que se conhecem apenas na net podem acabar não sendo mais amigas quando se encontram na vida real. Na verdade, isso é exatamente o oposto. Todo bom amigo virtual sonha em um dia conhecer seus conhecidos da net na realidade e fazer tudo aquilo que um dia eles planejaram. Acho que isso da até mais certo do que conhecer uma pessoa na vida real direto, porque você se sente mais liberto na net e ganha muito mais afinidade, quando se conhecem na vida real podem até virar amigos inseparáveis. Mas é ai que ta um problema com o qual muitos amigos virtuais precisam passar: a distancia.
    Ah se seu amigo morasse um pouco mais perto, no seu bairro, cidade, estado ou até pais ou continente. Pra se ter uma ideia eu moro em São Paulo, capital. Eu conheci pessoas do Nordeste (Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco), do Sul (Santa Catarina), alguns aqui um pouco mais perto no Sudeste (Rio de Janeiro e até e uma cidade próxima a minha!! Eu e a minha amiga queremos muito nos conhecer, ela mora na cidade vizinha a minha =))e até tenho amigos em outros países, como é o caso da minha Portuguesinha linda hehe, nós ainda estamos planejando uma visitar a outra, quando eu fizer um tour na Europa eu passo la na casa dela XD. Essa distancia pode corroer qualquer um, imagina a pessoa mais "próxima" de você esta tão "distante", mas também pode até ser que seja melhor pois ai sua amizade cresce ainda mais e a distancia faz com que os amigos queiram se ver ainda mais.
    acho que todos deveriam ter no minimo um amigo virtual, faz um bem danado pra alma mas também tem que se ter moderação e ficar de olho nas varias armadilhas que encontramos pelo caminho.
    Enquanto isso ainda espero conhecer meus amigos virtuais pessoalmente, mas por enquanto s[ó nos sonhos malucos que tenho em que fazemos tudo o que queremos.

    ResponderExcluir
  2. Seu nome:Kaka
    Sua Idade:11
    Opinião:Bom,é muito ruim porque a gente não sabe quem é,ele começa perguntar coisas,a foto é um desenho,o nome de uma menina ou menino.Isso já aconteceu comigo,eu estava no Orkut e entrei no aplicativo chat,começei a conversar com um homem,ele me elogiou bastanta,porque para minha idade eu escreviamuito bem,fiquei muito feliz e continuei falando com ele,até que a minha tia chata me salvou,olhou o que eu estava fazendo e abriu o bocão para vó,agora eu só posso entrar no computador quando a vó está na cozinha,mas agora ela deixa eu ficar um pouco sozinha no pc,depois daquilo aprendi a lição e nunca mais vou fazer,já que eu sou tão ingenua,acredito em tudo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa ficou longa mais legal...gostei da postagem! é legal quando vc consegue ver a opinião de outras garotas sobre o brasil adorei! valeu pela oportunidade ! bjooo

    ResponderExcluir
  4. seu nome: alice aguiar
    sua idade: 24 anos
    minha opiniao: bom, eu já acreditei muito em amizade virutal, mas hoje em dia fico com o pé atrás viu.
    eu já sofri demais com isso.
    eu considerava a pessoa, ela vivia me mandado sms, tinha um grupo fechado no facebook com mais dois amigos e tudo mais, agora só porque eu nao queria fazer video chamada pro causa da minha internet a pessoa parou de falar comigo e me excluiu de tudo.
    entao esse é um dos exemplos, ai eu paro e penso: como eu fui burra.
    eu penso que a pessoa é minha amiga e do nada ela acha q nossa amizade nao vale nada e joga fora com ose fosse nada.
    entao eu acho que existe, só que é muito raro, pelo menos é raro uma de verdade.
    pq as vezes confundimos amizade com coleguismo.

    ResponderExcluir
  5. Esse post ficou bem grande o/
    Concordo com sua opinião, nós brasileiros temos um bom humor natural xD E eu nunca tinha procurado brazilian no google O.O Acabei de procurar e tomei um susto! Pior são as propagandas de enchimento "brazilian secret" o/
    Acho que a visão do Brasil no exterior precisa ser mudada ^^

    ResponderExcluir
  6. Seu nome: Marina
    Sua Idade: 16
    Opinião: Pra mim, as amizades virtuais não são tão ruins, já tive vários amigos virtuais. Mas é preciso tomar cuidado. A gente não pode confiar em qualquer um, ainda mais na internet. A amizade virtual tem seu lado bom, que é conhecer gente nova e que tem as mesmas opiniões que a nossa. Mas também tem o lado ruim que é conhecer gente aproveitadora, e esse tipo de coisa.
    Acho que se a pessoa conhecer o amigo pessoalmente, a amizade vai esfriar (pelo menos aconteceria comigo - eu acho). As pessoas nunca são exatamente o que a gente pensa, e talvez encontrar com alguém que você conhecia só pela internet não seja tão bom....
    Eu já tive uma amiga real que virou virtual, moramos na mesma cidade, mas como ela mora bem longe de mim, a gente foi se afastando e começamos a conversar só pela internet.
    Sobre as amizades virtuais, acho que a gente não deve se apegar tanto a uma pessoa como se apega a um amigo "offline". A amizade pode ser duas vezes mais verdadeira, mas por causa da distancia, sempre vai ter aquele "queria que você estivesse aqui pra gente conversar"; E isso acaba gerando uma tristeza, que para mim não é coisa boa.
    Amizade virtual pode até ser legal, mas com um pouco de cuidado, nem todo mundo é o que diz ser ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi seu blog é o maximo parabéns
    da uma passadinha no meu e me seque vai
    ficarei muito feliz com sua vizitinha
    meu link é artedossonhosdaana.blogspot.com
    beijão no s2

    ResponderExcluir
  8. Seu nome:Rosane
    Sua Idade:15
    Opinião: Bom, eu ouvi uma frase uma vez que internet é terra de ninguém e nessa terra de desconhecidos,as pessoas acabam se tornando mais íntimos do que nunca.As veses é preciso apenas uma conversa para que duas pessoas se tornem amigas, mais a grande questão é? será que uma amizade em que nenhum dos dois se conhecem vai dar certo? Bem eu não sei, pode até dar por uma questão de afinidade ou sei-lá o que, ou pode não dar certo afinal você só conhece aquela pessoa por uma rede social, só fala com ela através de um chat, e se um dia esses amigos se conhecerem, ficarem face a face, falarem olho no olho, será que a amizade vai continuar a mesma?Eu acho que talvez, sim talvez, por que você vai conhecer melhor esse amigo(a), falar com ele de perto saber como ele é, e isso pode influenciar em nossa opiniões sobre esse amigo que só conhecíamos através de uma tela.E para finalizar eu acho que amizades virtuais podem sim dar certo, eu tenho amigas virtuas que eu conheci a muito tempo atrás que são minhas amigas até hoje, mais também é preciso tomar cuidado, pois nunca sabemos quem está do outro lado.:)

    ResponderExcluir
  9. Olha eu de novo aqui... Em breve nem preciso mais digitar nome e idade será automático. Vamos á minha visão da "coisa".
    Pricila - 23 anos.
    Amizade? Começo por dizer que amigos tem coisas em comum, compartilham momentos, histórias e até segredos, amizade é um "amor" sem cobranças, um relacionamento onde sinceridade e transparência vem em primeiro lugar. E amizades verdadeiras nascem de onde menos se espera. E digo isso por que quantos de nós já tivemos decepções com os "amigos" que estiveram ali a vida toda, mas quando mais precisamos desapareceram... e nesse momento aquele á quem nunca demos valor se mostrou firme ao nosso lado. Pois é, ai está à questão, como é possível ter um amigo que não vai estar ao seu lado quando "cair e machucar o joelho" pra te dar a mão ajudar levantar? Como ter um amigo que não poderá secar suas lágrimas nem te puxar as orelhas quando você estiver errado? Como manter uma amizade baseada em sinceridade e verdade sem olhar nos olhos do outro? Como?
    Não sei responder, mas sei que é possível sim!
    Eu vivo uma amizade assim há alguns anos, amizade forte que pode ser sentida mesmo que na distância... Que não precisa do toque da presença física ou da voz para ser compreendida! Que com letras e imagens em uma tela 17 polegadas se fortificou a cada novo dia! E que começou do nada.
    Vou dizer que existe sim aquele momento em que você para e pensa, que poderiam estar juntos contando de perto tudo que vivem, mas ai me lembro do por que essa minha amizade é tão verdadeira...
    Por que ela não é baseada em interesses, não conhecia a pessoa do outro lado do país, nunca vi seu rosto nem ouvi sua voz, não havia nada que eu precisasse lhe pedir, e gratuitamente fomos trocando histórias, momentos difíceis em que um pode apoiar o outro mesmo que com palavras, e assim solidificamos um sentimento lindo e único.
    Amigos "ao vivo" são importantes, mas hoje posso dizer que não tenho nenhum, aqueles com quem convivi a vida toda são amigos sim, eternos e que quando nos vemos nada mudou parece que ontem mesmo demos adeus ali no portão... Mas hoje as nossas vidas nos impedem de ter a presença um do outro, então eles acabaram se tornando amigos virtuais também, pois com todas as redes sociais é só lá que nos encontramos. Eu ainda não conheci meus amigos virtuais, já falei por telefone, já vi na webcam, mas nunca nos vimos pessoalmente então não sei se a amizade enfraquece, mas acredito que o que é verdadeiro não muda por mais distante, ou mais tempo que passe!
    A única coisa em que eu acho um problema de ter amigos on-line é quando eu preciso urgentemente de um abraço forte e o máximo que tenho é um encostar a cabeça na tela do computador, rsrsrs e olhe que mesmo simbolicamente alguns abraços imaginários já curaram muitas lágrimas que deixei cair! Enfim era isso, acho que hoje não me estendi muito! Acredito sim nessa nova modalidade de amigos, e cultivo alguns com muito amor!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados