Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

16/04/2012

Um pedido + Livro - A Normalista

Queria não ter que escrever isso... O fato é que tenho sentido pouco interesse da parte de vocês com relação ao Desafio "Meu doce sonho é...". Até o fechamento dessa postagem, na sexta não recebi nenhuma inscrição... nenhuma!!!
Isso me deixa um pouco chateada, não porque eu esperava que o desafio fizesse sucesso, ou que esperasse que uma multidão de blogueiros se inscrevessem... Eu queria ao menos que vocês fizessem os textos voluntariamente, sem pressão minha ou recompensa grande. Mas parece que não está dando muito certo, não é???
Vou esperar mais um pouquinho até o meio da semana, se não houverem inscrições eu cancelarei o Desafio. Se houverem pouquinhas, eu já vou ficar feliz... Quero ao menos ler um texto...
Só não queria que isso tivesse acontecido logo no mês de aniversário do DSM... Tenho até medo de concretizar os meus planos para o dia 27, que eu queria que fosse o dia de dar parabéns ao DSM nas mídias sociais... Se a maioria dos blogueiros não quer participar nem do Desafio, imagina só se vai participar disso???
Espero que vocês não entendam mal o meu pedido, não estou com raiva de ninguém em particular, cada um é cada um e sei que alguns de vocês tem seus motivos particulares para não participar, nem precisa se justificar, se você não puder fazer a postagem. Não fiquem com raiva de mim, por favor!!! Só queria a participação sincera de vocês...
Pra quem quiser me ajudar, de coração, clique nesse link e conheça o desafio.

A Normalista, Adolfo Caminha:

Agora vamos deixar o papo chato de lado pois eu quero falar do livro que acabei de ler ainda agora. Muita gente tem um preconceito tremendo com a literatura brasileira e sei que 90% das blogueiras ao chegar nessa parte do meu post vão passar batido pensando: "Que saco, Sheila, fala de um assunto mais legal!".
Eu admiro muito a literatura brasileira, e embora já tenha lido vários livros estrangeiros, como vocês já devem ter visto; os brasileiros também despertam-me o mesmo interesse que os livros "da moda". Eu gosto é de livro bom de ler, essa é a verdade.
Talvez o que mais desestimula os jovens a lerem livros brasileiros é a linguagem mais complicada que muitos deles tem. Mas pensem comigo: como vocês irão enrquecer seu vocabulário se não tiverem contato com livros assim? Não dá pra aprender por osmose, pegue um bom e velho "pai dos burros" e não vai ter quem te segure!!!
Esse livro eu ganhei da minha mãe à alguns anos atrás (ela se lembrou de mim ao ver o título pois eu fui normalista), mas eu deixei ele um pouco de lado até esse ano (daqui a pouco vocês vão saber o porquê). Dou graças a Deus que eu não tenha o lido na época que ganhei pois naquele tempo eu não teria a maturidade suficiente de entender o contexto do livro, talvez até nem entenderia o vocabulário. Mas nos dias de hoje, para mim foi uma leitura prazeirosa (embora eu tenha ficado com asco tremendo de certos personagens).

Design e afins:

Geralmente eu não ligo muito para a aparência do livro, mas esse teve uma coisa que me incomodou profundamente e me fez deixar o livro de lado até esse ano: essa edição que minha mãe comprou para mim tem a letra minúscula. Se você for comprar um exemplar dessa história, por favor, folheie antes para ver se o tamanho da fonte é bom. No resto, nada a reclamar.

Linguagem:

Por ser um clássico, não é um livro para iniciantes na leitura, quem é acostumado com os de fácil leitura não vai gostar muito de "A Normalista". Mas pra quem já tem uma boa vivência com a leitura, vale a pena de verdade ler...
Outro ponto que gostaria de salientar é que durante a narrativa, Adolfo Caminha vai mudando o foco da narrativa para a perspectiva de cada personagem. Praticamente todos eles tem seu momento de personagem principal, e podemos entender a fundo a personalidade e a visão de cada componente da trama, até os que menos aparecem. Gostei muuuuito disso, me surpreendi, pra falar a verdade. É escrito em terceira pessoa (tenho preferência por livros em terceira pessoa).

Enredo:

Por se tratar de um livro regional, o enredo não é exatamente repleto de ação. É interessante perceber nesse livro a realidade do nordeste, em especial, do Ceará daquela época. O final me deu a impressão de ser meio vago, pareceu ser escrito às pressas, não me agradou muito não.
Mas o enredo em geral me agradou, pelo fato de ter prendido minha atenção e ter me deixado curiosa, com vontade de saber o que vai acontecer no final.

Personagens:

É aqui que a "porca torce o rabo". No âmbito dos personagens, quero salientar dois que me incomodaram profundamente.
Quais atributos eu daria a João da Mata, um dos protagonistas? Seria: nojento, pedófilo, bêbado, estúpido, asqueiroso, horrível, aproveitador... Peraí, tem mais: nauseabundo, repulsivo, irracional, idiota, besta, safado, sem-vergonha, cafajeste... Já disse pedófilo??? Quem ler o livro, vai concordar comigo!!!
Agora quero falar da Maria do Carmo, a normalista. Essa é outro "picolé de chicória aguado", e já está na minha lista de sonsas, em segundo lugar, logo abaixo da Bethany de "Halo". Meu Deeeeus, como ela pode ter sido tão cabeçuda!!! Fiquei com uma agonia tremenda dela, torci o tempo todo para que ela tivesse força, que desse um indício de coragem e... não aconteceu!!! Dá vontade de entrar no livro, sacudir ela pelos ombros e gritar: "Acorda pra vida, mulher! Teu padrinho é um cafajeste, saí daí de uma vez!!!"...
Se dependesse dos personagens, eu não leria o livro nem a pau, juvenal! Mas li pela trama, pela história... Que não me agradou no final, mas tudo bem, ainda é um livro bom.

Lugar onde se passa a história:

Como eu já disse, o livro se passa no Ceará, mais precisamente em Fortaleza, sua capital. Eu gosto de livros regionalistas, acho bons de ler. E embora seja uma cidade nordestina, não me irritou tanto quanto as cidades bucólicas dos livros anteriores.

Considerações Finais:

Engraçado, não...? Eu gostei do livro, mas falo mal de um monte de coisas... Hihihi... Não me entendam mal, mas é que tem coisas que não dá pra omitir (como meu asco pelo João da Mata e minha irritação pela Maria do Carmo). Não é um livro para qualquer um ler, é preciso ter um olhar crítico, uma certa maturidade. Mas é muito bom sim, quem puder, pode adquirí-lo.
Agora estou lendo "O Ateneu"... Esse é complicado demais, mas acho que dá pra ler. Já tinha lido metade dele antes, mas não consegui chegar ao final pois naquela época eu não tinha o vocabulário que tenho hoje. Assim que terminá-lo, posto minha opinião aqui.

Espero que vocês tenham gostado da resenha e que participem do desafio!!!

Mil Sweetkisses,
10 Comentários
Comentários

10 comentários:

  1. OH!! Amiga como vc é... o meu texto já tá prontinhoooo, é que só pode mandar o formulario quando eu publicar a postagem, ela já está até programada para quarta-feira, está programada entre aspas, pois o texto está pronto salvo no PC e prontinho para ir ao ar na net, na quarta-feira.
    Tá vendo! Apressadinha, eu jamais iria deixar de participar é que o PC não tá ajudando e ontém levei o dia todo pra fazer minha ultima postagem, como era o dia internacional do desenhista, tive que fazer a postagem, levei o dia todo, mas consegui... ufaaaa... até falei de vc por lá.
    Rsrsrsrsrs... mas fique calma, terá varias pessoas participando e eu sou uma delas.
    Eu não sou fã de leitura dificil, sei lá, não é por causa do meu vocabulario e tal, mas tenho uma maneira de pensar sobre quem escreve assim, que logico não vou dizer aqui, se não vão me tacar pedras, mas pra quem gosta é uma boa pedida!!
    Gostei de sua maneira de ver o livro!! Preciso aprender a ser ponderada como vc!! Rsrsrsrsrs... =D
    Beijoooooos amiga!

    ResponderExcluir
  2. achei super interessante essa sua ideia,mesmo porque sou apaixonada por escrever,mas estava lendo e tem muitas etapas...esse negocio de códigos complica um pouco.
    e sobre o livro...amei gosto de livros um tanto complicado,que precisa um olhar mais critico,me interessa muito.
    bjss e até mais

    ResponderExcluir
  3. A não vale...hahaha aposto que todos estão fazendo seus desenhos para fazer as postagens.. eu mesma estou terminando 2 para fazer as postagens...
    calma que todos vão participar kkk ainda mais eu que sou sua fã.. sabe disso.. bjs

    ResponderExcluir
  4. Olha, confesso, que o livro não me interessou tanto, mas sabe que bateu uma curiosidade? Agora O Ateneu, eu gostaria de ler outra vez (tentei ler na adolescencia, e acabei desistindo por não entender, rsrs). Já mandei meu texto Shiela, ele já estava feito desde de sábado, mas como eu escreve no serviço, eu deixei para posta-lo na segunda, dei os ultimos toques no domingo e programei, rsrs. Desculpe a demora =D

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já estou participando do Desafio!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. só não repassei pra vc pk pensei que vc não aceitava

    ResponderExcluir
  7. Teem selinho pra você no meu blog! Bjs

    ResponderExcluir
  8. oie flor, amei teu blog *-* ja to seguindo, segue de volta: http://lltudoaver.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados