Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

17/10/2011

Contra o prec☻nceit☺


Já diz a famosa frase: "de perto ninguém é normal" (que uns atribuem a Caetano Veloso, outros a Tolstoi, mas ninguém chega a um consenso de quem é o autor original). E é com essa premissa que começo minha postagem de hoje, que vem tratar de um assunto muito sério.

Observando a sociedade, percebemos que basta ser humano para ser vítima de preconceito. Não adianta ser gordo, magro, baixo, alto, feio, bonito, nerd, popular, rico, pobre, branco, negro, asiático, latino, vermelho, verde, amarelo, fucsia com bolinhas turquesa... etc. Até quem é normal demais pode sofrer preconceito. E o pior é que na maioria das vezes nem percebemos, vem de maneira semi-inconsciente.
O duro é que em boa parte de sociedade, as tecnologias evoluem, as leis evoluem, os conhecimentos evoluem, mas o caráter de algumas pessoas não acompanham essa evolução. E quando o preconceito sai da esfera física e passa para o nível ideológico a coisa (se é que é possível) tende a piorar, pois é aí que a intolerância quanto à opinião alheia surge, e com ela o preconceito religioso, cultural...
O fato é que o ser humano está cada vez mais egocêntrico. E aqui eu chamo a atenção de você para explicar a diferença entre egoísmo e egocentrismo. Egoísta é aquele que não consegue partilhar suas coisas com o próximo. Já o egocêntrico pensa e age levando em conta apenas o seu limitado mundinho, tudo e qualquer coisa só tem a ver consigo mesmo,  não consegue ver que nem tudo é referente a si próprio. E é isso o que está acontecendo hoje em dia, o mundo está alimentando uma sociedade de individualistas ao extremo, que só querem saber de sua própria opinião.
Veja bem, não é muito difícil não ser preconceituoso, é só ter em mente que não é porque fulano não concorda comigo que ele não mereça respeito. Digamos, por exemplo, que eu goste muito de chocolate (e gosto mesmo ♥.♥), eu jamais iria desrespeitar uma pessoa que diga "Eca, chocolate é uma porcaria, prefiro morango!", já que todo e qualquer ser humano é digno de respeito, e isso é o mínimo que devemos ter ao lidar com o semelhante. Claro que eu não preciso concordar ou agir como ele, também tenho o direito de ter minha opinião e minha liberdade, mas não posso esquecer jamais que meus direitos só vão até o ponto em que começam os direitos do próximo. E isso também vale para diferenças de cor, de credo, de aparência, de opinião, de posição social, de opção sexual, de poder aquisitivo, de profissão e seja mais lá o que for.
E termino este post falando sobre minha experiência pessoal. Já tive vários amigos super diferentes de mim, pessoas maravilhosas que eu poderia nem ter me aproximado simplesmente pelo fato de não pensarem igual a mim. Ora, se eu sucumbisse ao preconceito, jamais teria a oportunidade de conhecer pessoas incríveis que mudaram minha vida. E você? Não perde essa oportunidade também? Ou prefere prejudicar não só a vida da vítima do preconceito, como também sua própria vida ao agir assim? Quem age preconceituosamente fere também sua própria alma, e se envenena com seu próprio veneno... perceba só: já viu alguém que seja preconceituoso e verdadeiramente feliz? Certamente ninguém pode ser feliz assim.

Mil Sweetkisses,
11 Comentários
Comentários

11 comentários:

  1. Adoro seu blog, é colorido, divertido e tem um ar infantil que amo muito, parabéns por esse cantinho tão mágico, beijos de bom dia

    ResponderExcluir
  2. Pois é... eu vivi tanto preconceito, mais tanto.
    Imagina a cena.
    Filha de pescadora, pobre, sem ao menos roupa pra vestir, toda descabelada e pés no chão.
    Essa foi a maior parte da minha infancia e sofri muito, pois a pesaria nem sempre sustentava a casa e não tenho vergonha de ize que catei latinha com minha mãe e que muitas vezes dormia de barriga vazia... eu me orgulho das pessoas que correm atrás.
    Eu respeito todos que são diferentes a mim.
    amei o texto, disse tudo!!
    eu vou falar um pouco desse tema no meu proximo post!! Bjs

    ResponderExcluir
  3. o importante é ter respeito
    Eu só me importo com o carater,acho q é essencial,as opções ou a aparencia não devem mudar quem ela realmente é...

    ResponderExcluir
  4. Oi Lindinha,

    Venha participar do primeiro sorteio do Cantinho das Mulheres de Deus.
    Para concorrer ao brinde basta seguir as regras e torcer muito.
    Te espero!
    Beijinhos

    LINK: http://cantinhodasmulheresdedeus.blogspot.com/2011/10/primeiro-sorteio-do-blog-cantinho-das.html

    ResponderExcluir
  5. flor parabéns pelo post de muito importancia beijos


    http://rosanadicasfemininas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu só me importo com o respeito. [2]
    Acho que a história do chocolate não é um exemplo sustentável, porém acho que teu objetivo final ficou claro quando entrou no post a palavra respeito. Respeitar o próximo é o mínimo que podemos fazer e o máximo que nos podem exigir. Em questão a opção sexual, ninguém deveria ser obrigado a assistir beijo gay, mas ninguém deve excluir uma pessoa pela opção sexual, a questão é que querem enfiar certas coisas goela a baixo e aí não vem que desrespeitam a opinião e o livre arbítrio do próximo. Acho terrível as coisas que fazem com os gays, mas ainda não os consigo olhar como coitados, pra mim são pessoas normais que não merecem mais nem menos que ninguém. Em questão social, eu não querer me sentar ao lado de um mendigo no ônibus pode soar preconceituoso para alguns, mas se eu sentar sou eu quem terei de lavar a roupa que usei pra tirar o mau cheiro, sou eu quem terei de verificar a cabeça pra ver se não estou com piolhos, etc. Se eu não entro em comunidades violentas, talvez não seja preconceito, só medo de bala perdida. O preconceito é uma palavra muitas vezes vista com maus olhos, mas na verdade é só um instinto, misturado com coisas que fazem parte da nossa personalidade e da nossa criação, ás vezes como no chocolate e no morango, o que você tem não é pré-conceito, é um conceito já formado que não agrada a todos e vai contra o que a mídia diz.

    ResponderExcluir
  7. Excelente post.
    De fato, tecnologias evoluem, o mundo gira, mas sempre existem pessoas retrógradas que mantém preconceitos ridículos.
    Isso é pura ignorância. As pessoas discriminam por não ter conhecimento.
    Adorei o texto.
    Beijinhos :*

    http://tamodado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. eu falei minha memória era boa!!!!!!!!!!
    Adorei o post as pessoas tem que se livrar do preconceito interno a frase ser diferente é normal q todo mundo utilliza deveria ser internalizar na mente a cada ato que a pessoa tá querendo realizar....

    ResponderExcluir
  9. Oi Sheila1
    Nhaa, brigada!!!!!
    Opa, como assim você não pode deizar sua idade em segredo? Eu passei a deixar depois de um tempinho kkk...quando passamos da fase de ser maior de idade, começamos aesconder nossa idade, isso é fato.
    Eu ganhei um bolo, mas não de Empadinha....era de prestígio kkkkk. E nossa, faz tempo que não como Empadinha e olgha que tenho um blog com esse nome 0_0*.
    Nossa, você catequiza criançada:? Caramba, deve ser um baita trabalhão...elas prestam atenção ou são meio capetinhas? rs.
    Ah eu gosto dessas piadas que teoricamente seriam saem graças..porque no fim não são ! o/
    bjs!!!!! E boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente a cada dia que passa as pessoas perderam o respeito por si mesma.
    Eu já sofri preconceito racial dentro da igreja, mas não deixei isso me abalar.
    Sou feliz com essa cor mulata que tenho rs

    Ótimo post ^^

    Beijo
    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi amores!
    Passando pra desejar uma ótima semana.
    Postei o selinho que vc me deu!

    Beijinhos!
    www.natybeauty.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados