Caso alguma imagem do blog não esteja aparecendo, por favor, avise nos comentários da postagem em questão!

28/07/2011

Pasta ou caderno?

Essa é mais uma diquinha (existe essa palavra? Seria "dicazinha"? "Diquititinha"? Ah, vai, uma pequena dica, então!) para quem gosta de desenhar.

Mas, primeiro! (<= como diria o máskara...) eu gostaria de reforçar uma coisa que eu esqueci de falar ontem: (eu estava tão cansada de fazer o template que me esqueci)  Nesses três meses de blog, o que eu tenho mais a agradecer é a presença de todos vocês no meu blog! Como eu já falei, não vou nem citar nomes para não ser injusta com todas vocês minhas queridas amigas blogueiras do coração! (até porque vai que uma de vocês é ciumenta e eu acabo esquecendo justo a bendita, e ela fica revoltada da vida e me manda um vírus tão forte que vai pegar até na minha calculadora, no relógio, na geladeira... brincadeirinha! É porque ia ser injusto mesmo). Mas fiquem desde já sabendo que todas vocês merecem uma menção em caixa alta e link (com direito a target="_blank" para abrir em outra aba).

Voltando ao assunto, a resposta para a pergunta do título varia de pessoa a pessoa, mas vale a pena dar uma ajudinha, quem sabe eu respondo a dúvida de alguém, não é?
Quem desenha sabe que é sempre bom ter uns desenhos guardados, tanto para expor a outros quanto para perceber a evolução de seus próprios desenhos. Eu tenho e recomendo uma pasta catálogo, pois não é muito cara e tem inúmeras vantagens.
Antigamente eu ficava revoltada por não conseguir fazer um caderno com meus desenhos. Principalmente porque a finura da folha do caderno de desenho me irrita, haja economia de papel! E porque  toda vez que fazia um desenho e não gostava muito, eu parava no meio, pulava folha ou arrancava, e não usava o verso dela. O caso é que ficava um caderno feio, todo bagunçado, e quase nunca eu pintava o desenho (eu já não sou muito fã de colorir, ainda mais na finureza do papel piorava...).
Mas na escola, no segundo ano, a professora de Artes pediu uma pasta catálogo para catalogar (meio redundante, catálogo para catalogar) os trabalhos. Nesse tempo, como era uma coisa obrigatória eu nem gostava muito. Mas nesse ano eu tive a ideia de ressuscitar essa pasta, e para a minha surpresa, me foi bem útil.
O bom é que você pode fazer seus desenhos num papel avulso e só arquivar se gostar deles. Sem contar que você pode trocar a arrumação, os desenhos ficam bem protegidos no plástico, e muitas outras vantagens. Vale a pena investir, não é muito cara não. A minha é que foi um pouquinho mais cara porque eu comprei uma rosa (não tinha roxo, e entre azul, laranja e rosa eu prefiro rosa).
Fica aí essa dica. Se quiser conferir o que tem no meu portfólio, clique aqui.

Mil Sweetkisses,
0 Comentários
Comentários

Comente!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts relacionados